Topo

Viagem

São Miguel do Gostoso: O refúgio romântico de Sasha e Bruno Montaleone

Reprodução/Instagram/montaleonebruno
Bruno Montaleone e Sasha Imagem: Reprodução/Instagram/montaleonebruno

do UOL, em São Paulo

30/12/2017 09h45

A jornalista Fátima Bernardes e o namorado, o político Túlio Gadelha, desembarcaram por lá no meio de dezembro. Nesta última semana de 2017, é a vez de Sasha Meneghel e Bruno Montaleone curtirem os primeiros momentos românticos da relação em São Miguel do Gostoso, um dos cenários naturais mais bonitos do Rio Grande do Norte.

Veja também

O que a cidade tem de tão especial para envolver os dois casais? São Miguel do Gostoso é destino certo de praticantes de windsurf e kitesurf — os ventos da região favorecem as manobras no mar para os dois esportes. Há na praia do Cardeiro a terceira escola de esportes náuticos da área, comandada pelo atleta Kauli Seadi, brasileiro que é tricampeão mundial de windsurfe na categoria wave.

Quem não tem experiência, mas gostaria de experimentar o contato com esportes aquáticos encontra, facilmente, oportunidade para fazer aulas de Stand Up Paddle no mar ou nas lagoas da região.

E por falar nas praias, a maioria delas é rústica e não oferece estrutura turística tradicional, ou seja, são ideais para curtir momentos a dois com privacidade e contato próximo com a natureza.

No entanto, os passeios pelas paisagens também valem a pena para quem não se interessa por atividades radicais. Os paredões rochosos de Tourinhos são um visual único no Nordeste. As formas, que lembram esculturas de formas animalescas, foram desenhadas pela erosão provocada pelos mesmos ventos. Já Touros guarda o segundo farol mais alto da América Latina, segundo a Marinha do Brasil — um ponto que vale visitar.

Nem tudo é descanso à beira mar para quem descansa em São Miguel do Gostoso. É possível andar a cavalo, ordenhar vaca, pegar fruta no pé e observar animais como saguis, que se aproximam das pousadas em busca de atenção e alimentos. E, por falar nelas, as pousadas, principal forma de hospedagem na cidade de pescadores, oferecem desde serviços e ambientes mais simples até instalações luxuosas. 

 
Restaurantes da região são frequentemente adeptos do movimento slow food, onde o cliente senta-se para saborear a comida e o ambiente sem pressa. Estabelecimentos como a Urca do Tubarão, em Touros, que também tem um quê de cachaçaria e antiquário, servem preferencialmente frutos do mar. "O pessoal chega e para aqui umas três horas", disse o anfitrião do local Edson Nobre ao UOL.

Mas há também boas opções de mexicanos como o Jardim do Seridó e baianos como o Hibiscus — que costuma receber casais à noite por causa do seu clima intimista. O Xique-Xique, da Pousada dos Ponteiros, serve coquetéis com sorvete que são sucesso na região.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Viagem