Topo

Viagem

Roteiros culturais


Esta atração londrina pode ser um dos locais mais mal-assombrados do mundo

Divulgação/Historic Royal Palaces
O complexo da Torre de Londres foi cenário para execuções e torturas ao longo da história Imagem: Divulgação/Historic Royal Palaces

Marcel Vincenti

Colaboração para o UOL

2019-06-18T04:00:00

18/06/2019 04h00

Os britânicos adoram histórias de fantasmas. No Reino Unido, não faltam casarões, palacetes, castelos ou casinhas que tenham sido, supostamente, palco de aparições sobrenaturais.

Mas, na cidade de Londres, há um local onde relatos envolvendo assombrações são levadas mais a sério do que a média. Trata-se da Torre de Londres (em inglês, Tower of London), um complexo situado em uma das margens do rio Tâmisa e que, ao longo de sua história de quase mil anos, foi cenário de execuções, torturas, enterros e aprisionamentos cruéis.

O sítio começou a ser construído no século 11 a mando de William, o Conquistador, e, através do tempo, foi usado como fortaleza, castelo, fábrica de armas e, entre os séculos 13 e 19, como local de produção de moedas do reino.

Mas, ao visitar a Torre de Londres, muitos turistas estão interessados nos episódios sangrentos ocorridos por lá.

Divulgação/Historic Royal Palaces
Os Yeoman Warders, históricos guardiões da Torre de Londres, conduzem um passeio noturno pelo local Imagem: Divulgação/Historic Royal Palaces

Durante o tour, por exemplo, aprende-se que, durante a chamada Guerra das Rosas, no século 15, o rei Henrique 6º foi assassinado (supostamente enquanto rezava) em uma capela dentro do complexo da Tower of London.

Pouco depois, filhos do seu grande rival, o rei Eduardo 4º, desapareceram neste mesmo lugar. Em 1674, dois esqueletos foram descobertos na área da torre. E, séculos mais tarde, em 1933, um exame provou que os restos mortais pertenciam a dois meninos, um de 10 e outro de 12 anos, as mesmas idades que os príncipes tinham quando sumiram.

E foi neste lugar, em 1536, que Ana Bolena foi decapitada após ser acusada (e condenada) por traição ao rei Henrique 8º.

Passeio assustador

Historic Royal Palaces/Nick Guttridge
Na Torre de Londres, existe um local chamado Bloody Tower (Torre Sagrenta) Imagem: Historic Royal Palaces/Nick Guttridge

Todas estas histórias macabras (e outras mais) podem ser conhecidas em um passeio noturno pela Torre de Londres, que é conduzido pelos Yeoman Warders, os históricos guardiões deste complexo londrino.

Usando suas vestimentas tradicionais, eles levam os turistas para cantos bem sinistros da Tower of London, como uma área com túmulos de centenas de anos e um lugar onde condenados eram enforcados.

"Durante sua história de quase mil anos, a Torre de Londres foi cenário de assassinatos, torturas e inúmeras histórias de aparições de fantasmas", informa o VisitBritain, órgão que promove o Reino Unido turisticamente pelo mundo. "Os visitantes ficam surpresos com as histórias de prisioneiros e antigos residentes que passaram por aqui, fazendo do passeio, para quem se atreve a realizá-lo, uma experiência inesquecível".

Reprodução
Lendas afirmam que o fantasma de Ana Bolena circula pela Torre de Londres Imagem: Reprodução

Entre as mencionadas "aparições de fantasmas", existe a lenda de que a alma de Ana Bolena ainda circula pela Tower of London, carregando sua cabeça embaixo de um dos braços.

Em 1957, por sua vez, um guarda do complexo afirma haver visto, lá dentro, o espírito de uma mulher chamada Lady Jane Grey, no exato dia do 403º aniversário de sua morte (ela foi executada por alta traição, na Torre de Londres, em 12 de fevereiro de 1554).

E os fantasmas dos dois pequenos príncipes e de Arbella Stuart (uma mulher que, em 1615, morreu de fome enquanto esperava por sua execução) também já teriam aparecido por lá.

Divulgação/Historic Royal Palaces
Turistas fazem passeio noturno pela intrigante Torre de Londres Imagem: Divulgação/Historic Royal Palaces

O Yeoman Warders, por sua vez, contam que o espectro de um urso, às vezes, surge na Tower of London para assustar as pessoas.

O VisitBritain, entretanto, avisa que os passeios noturnos (feitos em alguns domingos entre os meses de novembro e abril) não são tours fantasmagóricos. Ou seja, seu objetivo não é caçar almas penadas dentro da Torre de Londres.

"É mais um tour do tipo que dá frio na espinha do público e que é realizado na época do Halloween e nos meses mais escuros do ano".

Museu da tortura

A Torre de Londres e muitos de seus cenários intrigantes (e assustadores) também podem ser visitados durante o dia.

Entre os espaços abertos aos turistas está um museu dedicado a episódios de tortura que ocorreram dentro do complexo.

Getty Images/iStockphoto
A Torre de Londres fica à beira do rio Tâmisa, na capital inglesa Imagem: Getty Images/iStockphoto

A exibição aborda métodos de tortura que foram usados durante muito tempo na Tower of London, principalmente entre os séculos 16 e 17, época de muita turbulência política e religiosa na área.

Técnicas para machucar (e muito) pessoas com correntes e instrumentos de compressão dos membros do corpo podem ser vistos por lá.

E, para quem quiser algo mais leve, é possível admirar, na Torre de Londres, uma exposição com joias da coroa britânica.

Mais informações: www.hrp.org.uk/tower-of-london/

Mais Roteiros culturais