Topo

Viagem

CNN aconselha turistas a evitarem Veneza e Cinque Terre por superlotação

Getty Images
Cinque Terre, Itália Imagem: Getty Images

24/01/2018 09h57

A emissora norte-americana CNN divulgou nesta segunda-feira (22) uma lista de 12 cidades, entre elas as italianas Veneza e Cinque Terre, a serem evitadas em 2018 como destinos turísticos, principalmente devido à superlotação.

De acordo com a publicação, Veneza recebe cerca de 30 milhões de turistas por ano, o que é um número extremamente excessivo tendo em vista que a cidade conta com apenas 55 mil habitantes.

Veja também


A região, considerada um dos principais pontos de visitação da Itália, inclusive, tem adotado diversas ações para combater o turismo de massa e frear o esvaziamento populacional de seu centro histórico. Como alternativa, a emissora sugere que os turistas visitem Annecy, na França.  

Além disso, no que diz respeito às aldeias de Cinque Terre, na Ligúria, a CNN informa que, em 2015, a região registrou um fluxo de dois milhões e meio de turistas. Desta forma, segundo o texto, o ideal é os viajantes visitarem Portovenere, que ainda não está entre os itinerários turísticos.   

O ranking também inclui outros locais a serem "desprezados", como Barcelona (Espanha), Ilha de Skye (Escócia), Dubrovnik (Croácia), Santorini (Grecia), Butão, Taj Mahal (Índia), Monte Everest (Nepal), Machu Pichu (Peru), Ilhas Galápagos (Equador) e Antártida. 




ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Viagem