Topo

Viagem

8 lugares do mundo para explorar vinícolas e degustar vinhos

Marcel Vincenti

Colaboração para o UOL

04/01/2018 04h00

Vinho é bebida e é atração turística: regiões vinícolas costumas ser lindíssimas e atraem turistas aos montes. Ama vinho? Veja lugares que você vai querer visitar:

Mendoza, Argentina

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Localizada no oeste da Argentina, perto da fronteira com o Chile, a região de Mendoza oferece vinícolas situadas entre as montanhas da Cordilheira dos Andes, em paisagens simplesmente fantásticas. Muitos dos produtores de vinho locais são abertos a turistas e podem ser visitados facilmente a partir de tours organizados da cidade de Mendoza, o principal centro urbano da área. As vinícolas ficam principalmente nas zonas de Maipú, Luján de Cuyo e Valle de Uco. Tente explorar, por exemplo, a vinícola Familia Di Tommaso (instalada em um edifício de 1869) e a O.Fournier, que funciona em um edifício ultramoderno no meio dos vinhedos (e que faz um ótimo vinho tempranillo). O vinho malbec é um dos carros-chefes da região. 

Valle de Colchagua, Chile

Getty Images
Imagem: Getty Images

O Chile é um importante polo de vinhos na América do Sul. Algumas das principais produtoras se concentram no chamado Valle del Colchagua, localizado a cerca de 180 quilômetros da cidade de Santiago. Na área, é possível visitar dezenas de vinícolas e conhecer alguns dos seus mais interessantes rótulos (não deixe de degustar vinhos feitos com a uva carménère, muito tradicional em território chileno). Além das sessões de degustação e explicações sobre o processo de produção do vinho, muitas das vinícolas oferecem restaurantes e até hotel. Uma das principais organizadoras de passeios no Valle de Colchagua é a chamada Ruta del Vino

Vale dos Vinhedos, Brasil

Marcos Nagelstein/UOL
Imagem: Marcos Nagelstein/UOL

O Rio Grande do Sul abriga o principal polo produtor de vinhos do Brasil que, além de sua importância econômica para a região, atrai muitos turistas com a beleza de suas paisagens. Muitas das vinícolas locais ficam no chamado Vale dos Vinhedos, um lugar marcado por lindas colinas e estradinhas pacatas, em um cenário perfeito para viagens românticas. Importantes produtores recebem visitas turísticas por lá, como a Miolo, a Salton e a Casa Valduga, oferecendo sessões de degustação e explicações sobre como a bebida é feita. A Casa Valduga, vale lembrar, tem um ótimo complexo hoteleiro em seu terreno. 

Veja também:

Marlborough, Nova Zelândia

Mike Heydon/Tourism New Zealand
Imagem: Mike Heydon/Tourism New Zealand

Localizada na distante Oceania, a Nova Zelândia é uma nação onde são feitos excelentes vinhos. Boa parte desta produção ocorre na região de Marlborough (no norte da ilha sul do país). Trata-se de uma área com lindas paisagens rurais, com colinas cobertas de videiras e de fácil acesso ao oceano. Lá, turistas apreciam principalmente taças de sauvignon blanc (um dos tipos de vinho mais produzido na região de Marlborough e exportado para diversos lugares do mundo). A cidade de Blenheim é um lugar ideal de onde explorar a área. Entre as mais famosas vinícolas para visitar estão a Cloudy Bay Vineyards e a Allan Scott Wines and Estates. 

Margaret River, Austrália

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

A Austrália abriga milhares de vinícolas espalhadas por dezenas de regiões de seu extenso território. Para quem ama vinhos, a área de Margaret River é uma das mais interessantes para visitar. Trata-se de uma zona localizada no oeste do país da Oceania, abrigando ótimas produtoras de vinho (daqui saem ótimos brancos, especialmente blends de chardonnay e semillon sauvignon). Junto com isso, Margaret River oferece excelentes restaurantes e fazendas onde o viajante pode comprar deliciosos queijos artesanais. E a região fica perto do oceano Índico, possibilitando belos passeios entre vinhedos e praias.

Bordeaux, França

kycstudio/Getty Images/iStockphoto
Imagem: kycstudio/Getty Images/iStockphoto

A França é um dos mais famosos países produtores de vinho do mundo, e não faltam lugares para ver como a bebida é feita (e depois degustá-la) por lá. A região de Bordeaux (no sudoeste da nação europeia) atrai turistas do mundo inteiro com este intuito. Vale a pena usar a bela cidade de Bordeaux como base para organizar tours pela área. Entre as vinícolas que recebem visitas turísticas estão a Château Lanessan, o Château Bardins (em cuja região é possível fazer passeios de bicicleta entre paisagens cobertas por vinhedos) e a Château Maucaillou (que, além das degustações, oferece hospedagem para os visitantes). Cabernet sauvignon e merlot são uvas que merecem ser provadas por lá. 

Toscana, Itália

Getty Images
Imagem: Getty Images

Poucos lugares na Europa são tão românticos como a Toscana. Além de abrigar cidades lindas (como Florença, Arezzo e Siena), a região italiana oferece regiões vinícolas perfeitas para um passeio de férias. Nestas áreas operam, por exemplo, a Biondi Santi (que produz um excelente Brunello di Montalcino e onde é possível harmonizar o vinho com deliciosas refeições), a Barone Ricasoli (que afirma ser a vinícola mais antiga da Itália e é ótima para degustar um vinho chianti) e a Avignonesi (com uma linda localização em Montepulciano). 

Douro, Portugal

Armando Franca/AP
Imagem: Armando Franca/AP

Portugal é outro território europeu onde não falta excelente oferta de vinícolas. A região do Douro é uma das melhores opções para curtir este tipo de passeio em terras lusitanas: lá está, por exemplo, a produtora de vinhos Quinta do Portal, com parte de sua estrutura projetada pelo aclamado arquiteto português Álvaro Siza Vieira e aberta a turistas. A Quinta do Crasto, por sua vez, além de suas sessões de degustação, oferece uma das melhores vistas para as colinas desta região portuguesa. E vale a pena fazer um passeio de barco pelo rio Douro, durante o qual é possível observar os vinhedos da região de um ângulo privilegiado.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Viagem