UOL Viagem
 
06/07/2010 - 15h45

Iphan recupera acervo da Igreja Matriz de Paraitinga-SP

São Paulo - Seis meses após a enchente que atingiu cerca de 400 imóveis históricos e destruiu completamente mais de 20 edificações, entre elas a Igreja Matriz, em São Luiz do Paraitinga (SP), o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) continua realizando obras emergenciais nas edificações históricas da cidade.

De acordo com o órgão, o processo de limpeza manual possibilitou um minucioso trabalho de resgate das peças sob os escombros e o acervo da igreja, em sua maioria, foi recuperado. Os altares permanecem inteiros e as imagens sacras e os forros puderam ser totalmente restaurados.

 

Na área da Igreja Matriz, o Iphan e a Construtora Biapó promovem o projeto "Canteiro Aberto", no qual proporcionam aos visitantes um passeio pelo canteiro de obras da igreja de 1840.

 

Os guias das visitas monitoradas são agentes da própria comunidade. Por meio deles, é possível conhecer um pouco da história da igreja, o trabalho de reconstrução do imóvel e ver os bens que foram recuperados. As visitas estão abertas de segunda-feira a sexta-feira das 12 horas às 13 horas. Nos sábados, domingos e feriados, das 10 horas às 12 horas e das 14 horas às 16 horas.

 

Segundo o Iphan, o projeto de reconstrução da igreja está sendo feito pela Diocese de Taubaté e, após concluído e aprovado pelos órgãos de preservação federal, estadual e municipal, será definido o custo e a duração da obra. A reedificação da Igreja Matriz de São Luiz do Paraitinga será realizada pelo governo do Estado de São Paulo.

 

Tombamento

 

O Ministério da Cultura, de acordo com nota do Iphan, liberou em janeiro R$ 10 milhões para serem aplicados pelo órgão em São Luiz do Paraitinga. "Deste valor, R$ 3 milhões já foram empenhados na limpeza, escoramento e salvamento do material que pode ser aproveitado para a reconstrução", diz o texto.

 

O Iphan articulou também com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) a doação de R$ 1 milhão à Associação Elpídio dos Santos para obras de recuperação da cidade e preservação da cultural local. O Iphan planeja tombar o centro histórico de São Luiz do Paraitinga ainda este ano.

Veja também

Carregando...