UOL Viagem
 
13/05/2009 - 10h00

Centro de São Paulo vai ganhar a Casa da Imagem

São Paulo - A Casa Número 1, localizada ao lado do Solar da Marquesa de Santos e do Pátio do Colégio, no centro de São Paulo, vai abrigar a Casa da Imagem. Mas, antes, será restaurada. As obras, orçadas em R$ 2,6 milhões, devem começar em junho. Hoje, será assinado o contrato com a Concrejato, empresa vencedora da licitação. A reinauguração está prevista para maio de 2010. A casa tem esse nome por ser a primeira da Rua Roberto Simonsen, antiga Rua do Carmo.

Além do restauro do telhado, janelas e pisos, será feita avaliação de toda a estrutura interna do imóvel, atingido por um incêndio há cerca de um ano. O casarão de 1871, que já serviu de abrigo para bandeirantes e foi tombado pelo patrimônio histórico, será transformado na Casa da Imagem de São Paulo, que será responsável pela preservação e difusão do acervo de fotografias sobre a cidade. A coleção conta com raridades do século 19 de fotógrafos como Guilherme Gaensly. "Temos mais de 600 mil negativos de fotografias da cidade. A nossa ideia é concentrar todo o acervo na Casa da Imagem", explica o secretário municipal da Cultura, Carlos Augusto Calil.

O local contará ainda com terminais de computador com as imagens digitalizadas para consultas públicas e exposições temporárias sobre o acervo. A iniciativa de organizar um acervo de fotos da cidade partiu do escritor Mário de Andrade quando ele criou o Departamento de Cultura. Na época, ele adquiriu mais de mil negativos de vidro com imagens produzidas por Aurélio Becherini, que mostravam a transformação da paisagem urbana na capital. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Veja também

Carregando...