UOL Viagem

26/05/2008 - 18h24

Turistas conseguem sair da mata na Serra da Mantiqueira, em São Paulo

De Taubaté, São Paulo
Os turistas que supostamente estavam perdidos na Serra da Mantiqueira por três dias conseguiram sair da mata na tarde de hoje. No grupo estavam o meteorologista Carlos Moura, que presta serviços para o Centro de Previsão do Tempo do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), e o pesquisador francês Charles Roger, que estava fazendo uma visita ao instituto durante um mês. A informação chegou à Polícia Militar por meio do Consulado Francês. Segundo os bombeiros, a PM avisou o Corpo de Bombeiros de Cruzeiro que havia um grupo de turistas desaparecido na mata. "Foi então que começamos a realizar as buscas na manha de hoje", disse o tenente Paulo Roberto Reis.

Quatro policiais entraram na mata por volta das 8h30. Enquanto as buscas eram realizadas, o grupo conseguiu sair da mata, por volta das 15h30, sem a ajuda dos bombeiros. "Houve um mal-entendido, não estávamos perdidos de forma nenhuma", contou um dos integrantes, o funcionário público Vanderlei Gomes. "O que houve foi que o francês ligou para um irmão na França e pediu para ele fazer uma pesquisa na internet sobre o local onde estávamos. Aí a família acreditou que estávamos perdidos e ligou para o Consulado, que avisou a polícia". Do grupo, três embarcaram para São Paulo e os outros dois para Cachoeira Paulista.

De acordo com a assessoria de imprensa do Inpe, o grupo não estava a serviço, mas sim a passeio, já que era feriado. O Pico dos Marins, local que os turistas visitavam, é um dos pontos turísticos mais procurados por grupos que praticam trilhas e ecoturismo. O local, com 2.420 metros de altitude, é considerado um dos pontos mais altos do Estado de São Paulo e está localizado no município de Piquete, na divisa com Minas Gerais. (Simone Menocchi)

Compartilhe: