UOL Viagem

16/05/2008 - 20h24

Aeroportos têm atrasos em 27,3% dos vôos

Os aeroportos do País acumularam atrasos superiores a 30 minutos em 445 dos 1.629 vôos programados entre zero e 20 horas de hoje, o equivalente a 27,3% do total. Cinqüenta vôos foram cancelados (3,1%). A Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero) atribuiu a alta quantidade de partidas fora do horário previsto à neblina que atingiu São Paulo pela manhã, ao atraso em conexões e ao enxugamento promovido pela OcenAir em sua malha. Nesta semana, a companhia anunciou um plano de reestruturação que prevê 600 demissões e a redução de 37 cidades atendidas para 25.

O Aeroporto Presidente Juscelino Kubitschek, em Brasília, apresentou o maior volume de atrasos: 60 (43,2%) em 139 vôos. Outros 7 foram cancelados (5%). Na condição de "hub" (ponto de distribuição de vôos), o aeroporto foi afetado pelos atrasos nas conexões, de acordo com a estatal. O Aeroporto de Guarulhos, na Grande São Paulo, teve o segundo pior número. Dos 179 vôos, 59 atrasaram (33%) e 4 acabaram suspensos (2,2%). Do início da manhã até as 11 horas, o terminal funcionou com o auxílio de instrumentos para pousos e decolagens, em razão de uma forte neblina.

No Aeroporto de Salvador, na Bahia, 34 dos 92 vôos sofreram atrasos (37%). Não houve cancelamentos. O Galeão, no Rio de Janeiro, registrou 31 atrasos (20,4%) e 12 cancelamentos (7,9%) em 152 vôos. Em Congonhas, na zona sul da capital paulista, dos 217 vôos, 27 decolaram com atrasos (12,4%) e 8 foram cancelados (3,7%). No Aeroporto Tancredo Neves, em Belo Horizonte, Minas Gerais, 22 vôos atrasaram (30,6%) e apenas um foi suspenso em 72 vôos (1,4%). (Elvis Pereira)

Compartilhe: