UOL Viagem

12/01/2008 - 15h04

Infraero: aeroportos do País registram 59 vôos atrasados

São Paulo - Nas duas últimas horas aumentou de 45 para 59 o número de vôos com atrasos superiores a uma hora, segundo a Empresa Brasileira de Infra-estrutura Aeroportuária (Infraero). Desse total, 17 partidas ainda estavam atrasadas no momento. Os dados da Infraero levam em conta todas as operações de hoje até as 14 horas. O volume de vôos cancelados hoje também aumentou de 25 para 33, das 12 horas para as 14 horas. O total de atrasos representa 6,2% dos 950 vôos previstos para o dia nos aeroportos brasileiros, enquanto os atrasos do momento, 1,8% e os cancelamentos, 3,5%. Em São Paulo, o aeroporto com mais problemas é o internacional, localizado em Guarulhos. Foram registrados dez atrasos (7,5% do total), dos quais dois (1,5%) ainda não partiram ou finalizaram a viagem. Apenas um vôo foi cancelado (0,7%). Já em Congonhas, não há atrasos no momento, mas dois foram verificados até agora (1,9%) e nove foram cancelados (8,4%).

No Rio de Janeiro a situação é semelhante: enquanto o aeroporto doméstico, o Santos Dumont, não registrou nenhum atraso em seus 27 vôos previstos para o dia - apenas dois (7,4%) foram cancelados - o internacional apresenta uma situação de menos conforto para os passageiros. De acordo com a Infraero, das 94 viagens que têm como de partida ou chegada o Galeão, nove (9,6%) já sofreram atraso - 9,6% do total -, dos quais dois (2,1%) ainda estão com problemas. Além disso, quatro (4,3%) foram cancelados.

Em Florianópolis, Santa Catarina, um quarto dos 28 vôos programados para hoje esteve com problemas hoje e quatro (14,3%) ainda estavam atrasados até as 14 horas. Nenhuma operação, no entanto, foi cancelada no local. O passageiro que utilizou do Aeroporto de Pampulha, em Minas Gerais, não encontrou nenhum contratempo, pois os cinco vôos previstos para serem realizados até as 14 horas não sofreram atrasos ou cancelamentos. Já quem teve de passar pelo Aeroporto Tancredo Neves verificou que cinco (10,9%) dos 46 vôos atrasaram - dois ainda estão nessa situação - e um (2,2%) foi cancelado. Em Brasília, quatro dos 66 vôos estiveram fora do horário previsto e um ainda permanecia nessa situação até as 14 horas. Duas viagens foram canceladas.

Célia Froufe

Compartilhe: