UOL Viagem

08/01/2008 - 18h57

Varig alega desconhecer roubo de malas na Argentina

A companhia VRG Linhas Aéreas S.A., que opera a marca Varig, não confirmou o suposto caso de malas roubadas no aeroporto de Ezeiza, na capital argentina, que teria ocorrido na sexta-feira, no vôo RG 8648, que partiu de São Paulo com destino a Buenos Aires. Passageiros do vôo relataram que pelo menos 30 pessoas tiveram suas bagagens violadas e objetos roubados ao chegarem em Buenos Aires.

A assessoria de imprensa da companhia informou ter feito um rastreamento para checar se havia reclamações de malas violadas na data em que teria ocorrido o roubo, mas informou que nenhuma ocorrência havia sido notificada na última sexta-feira. A assessoria da VRG declarou ainda que tem acesso a todos os possíveis problemas por meio de uma central de operações da empresa e que nada foi repassado a respeito. Em nota oficial encaminhada à Agência Estado, a companhia ressaltou que "não possui registro sobre bagagem violada no Aeroporto de Ezeiza, em Buenos Aires, no dia 04 de janeiro de 2008, seja do vôo RG 8648 ou de qualquer outro vôo da companhia nesta rota". (Pedro Henrique França)

Compartilhe: