UOL Viagem

23/10/2007 - 16h56

Atrasos chegam a 16% dos vôos do País, aponta Infraero

São Paulo - Os aeroportos do País registraram 205 vôos com atrasos superiores a uma hora, ou 16,8% dos 1.217 previstos, e 98 cancelamentos (8,1%) da zero à 16 horas de hoje, segundo a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero). O maior número de vôos fora do horário foi verificado no Aeroporto de Congonhas, na zona sul da capital paulista, onde 30 das 166 operações atrasaram (18,1%) e 21 foram suspensas (12,7%). Por conta do mau tempo, desde a manhã o terminal funciona com o auxílio de instrumentos - o piloto depende de equipamentos eletrônicos para alinhar a aeronave com a pista.

Já o Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo, operava sem restrições. De 153 vôos, 18 sofreram atrasos (11,8%) e 11 foram cancelados (7,2%). No Aeroporto Tom Jobim (Galeão), no Rio, houve 23 atrasos (21,7%) e seis cancelamentos (5,7%) em 106 vôos. O Aeroporto Santos Dumont, também na capital fluminense, teve menos atrasos, 10 em 53 vôos (18,9%), mas a quantidade de cancelamentos era superior: 22 (41,5%). Entre 5h55 e 9h21 de hoje, o aeroporto ficou fechado em razão de uma forte chuva.

Em Brasília, o Aeroporto Presidente Juscelino Kubitschek teve 17 atrasos (20,2%) e apenas um cancelamento (1,2%) em 84 vôos. O Aeroporto Afonso Pena, em Curitiba, contabilizou oito dos 58 vôos com atrasos (13,8%), além de seis vôos cancelados (10,3%). No Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, em 48 operações, sete apresentaram atrasos (14,6%) e três foram canceladas(6,3%). (Elvis Pereira)

Compartilhe: