UOL Viagem

20/09/2007 - 16h43

Dólar comercial sobe 0,70% e fecha a 1,882

São Paulo - A taxa de câmbio oscilou em baixa até o final da manhã, mas depois passou a subir e seguiu nesse ritmo até o fechamento. Tanto no pregão viva-voz da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) como no mercado interbancário o dólar encerrou na máxima, cotado a R$ 1,882. Entretanto, na BM&F o dólar à vista teve alta de 0,81% enquanto o dólar comercial teve apreciação de 0,70%.

De acordo com o operador Hélio Garcia, da corretora Souza Barros, a virada de baixa para alta do dólar ocorreu no mercado eletrônico da BM&F na hora do almoço, após a moeda atingir R$ 1,853 (-0,74%). Segundo Garcia, com o dólar ao redor desse patamar um grande investidor norte-americano aceitou uma operação de troca de spread (diferença) de Non Delivery Foward (NDF) em Nova York entre US$ 700 milhões e US$ 1 bilhão. O vendedor nessa operação recorreu à BM&F, durante a sessão eletrônica, para tentar se cobrir adquirindo cerca de 20 mil contratos de dólar futuro, equivalentes a aproximadamente US$ 1 bilhão, informou o operador.

Essa operação na BM&F, afirmou, deixou os outros investidores ressabiados em relação à razão que teria motivado a tomada de um lote tão alto e provocou um movimento de stop loss (prevenção contra prejuízo) de compra de moeda, pressionando as taxas do dólar à vista e do mercado futuro.

Como as Bolsas em Nova York se firmaram em queda durante à tarde e a Bovespa acabou devolvendo os ganhos iniciais para operar em baixa, o dólar também encontrou suporte nessa piora. (Silvana Rocha e Paula Laier)

Compartilhe: