UOL Viagem

09/08/2007 - 20h29

Vôos cancelados no país atingem 9,4%, aponta Infraero

São Paulo - O número de vôos cancelados nos principais aeroportos do país foi duas vezes maior que o total de atrasos, informou a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero). Até as 19 horas, de 1.543 vôos programados, 146 foram cancelados (9,4%) e 71 atrasaram mais de uma hora (4,6%).

O Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, contabilizou o maior número de cancelamentos: 61, o que representa 27,8% das 219 operações programadas. Outros três vôos atrasaram. O maior porcentual de atrasos foi verificado em Florianópolis, Santa Catarina. Dos 26 vôos previstos, quatro sofreram atrasos superiores a uma hora (15,3%) e dois vôos foram cancelados (7,6%).

O Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo, registrou atrasos além de uma hora em 17 das 175 operações previstas (9,7%). Cinco vôos foram cancelados. O Aeroporto de Brasília, no Distrito Federal, registrou atrasos em quatro dos 104 vôos previstos. Outros seis vôos foram cancelados. Já no Aeroporto do Tom Jobim - Galeão, no Rio, dos 144 vôos programados, três atrasaram mais de uma hora e 19 foram cancelados. (Fabiana Marchezi)

Compartilhe: