Viagem

Você sabe usar a tecnologia ao programar sua viagem?

Getty Images
Imagem: Getty Images

Neste teste, elaborado com a colaboração da turismóloga Carolina Paiva, dá para descobrir qual é o seu perfil por meio de hábitos na hora de escolher, planejar e apreciar suas viagens.

  • Getty Images

    Nada de recursos modernos

    Você pode até estar por dentro das últimas tecnologias, mas fez a opção de não utilizá-las para viajar. Ainda prefere recorrer a agências que montam pacotes e oferecem opções de transporte, hospedagem e até mesmo passeios, talvez pensando na própria comodidade ou segurança. "Uma desvantagem ao viajar dessa forma é o preço, que geralmente fica mais alto. A outra é que o turista fica limitado a roteiros mais tradicionais, formatados pelas empresas contratadas", diz Carolina Paiva

  • Getty Images

    Sabe em partes, na maneira de apreciar o destino

    Você utiliza a tecnologia no planejamento da sua viagem, para comprar passagens e pesquisar a hospedagem, por exemplo. No entanto, durante o passeio, aprecia todo o tipo de surpresa. Como um viajante à moda antiga, busca não conhecer tanto o destino antes de embarcar e, portanto, não cria tantas expectativas. "Desse modo, o turista fica livre para buscar os programas que o interessam mais. Isso possibilita uma experiência muito mais autêntica no destino", diz Carolina Paiva

  • Getty Images

    Estilo conectado

    Você está ligado nas novas tecnologias e gosta de organizar e curtir sua viagem de forma totalmente independente. É bastante exigente, consulta a opinião de outros turistas para se decidir e define todos os detalhes do passeio antes mesmo de embarcar. "O turista moderno sabe tanto sobre o destino que dificilmente se surpreende ao chegar lá. Talvez essa seja uma desvantagem em relação ao viajante à moda antiga', diz Carolina Paiva

  • Getty Images

    Tecnológico em partes

    Você se parece com o viajante à moda antiga, no que diz respeito à organização dos detalhes mais burocráticos do passeio. Como não os conhece bem, acaba simplesmente terceirizando para um agente de viagens providências como a compra de passagem e a reserva de hospedagem. Por outro lado, usa a tecnologia para conhecer um pouco mais do destino e poder explorá-lo com liberdade. "Esse turista quer vivenciar o local como um morador e preza muito o contato com as pessoas", diz Carolina Paiva

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Viagem

Topo