Topo

Viagem

Vilarejo alemão é leiloado por 140 mil euros

Getty Images
O vilarejo fica nos arredores de Berlim, capital alemã (na foto) Imagem: Getty Images

da Deutsche Welle

11/12/2017 09h00

Ela não tem comércio nem transporte público, mesmo assim uma vila com nove casas e alguns galpões perto de Berlim foi adquirida por comprador anônimo. Seu desafio será salvar os prédios antes que virem ruína. A pequena vila de Alwine, a cem quilômetros de Berlim e com 20 moradores, foi vendida neste sábado (09/12) por 140 mil euros em um leilão organizado por uma imobiliária de Berlim.

Veja também


Nos mais de 16.800 metros quadrados ocupados pelo lugarejo, há nove casas e vários prédios secundários, além de casebres e garagens. Por fazerem parte do antigo terreno de uma fábrica, os prédios, construídos por volta de 1900, precisam de reformas urgentes. Muitas casas estão vazias e, outras, alugadas.

Segundo explicou um porta-voz da casa de leilões imobiliários Karhausen, a única pessoa que fez uma oferta foi um comprador que participou por telefone e ofereceu 140 mil euros pelo povoado. O preço inicial havia sido estipulado em 125 mil euros. O comprador anônimo vem da região em torno de Berlim. Sua intenção seria fazer algo de positivo para os moradores de Alwine.

Karhausen anunciou Alwine em seu catálogo como "localidade com características de interior", despertando o interesse da mídia e, segundo seu porta-voz, também de compradores, embora no final das contas não tenha havido concorrência na hora da compra.

"Mais de 40 pessoas mostraram interesse, inclusive da Índia", disse Matthias Knake, da casa de leilões Karhausen. As casas que compõem a vila são modestas, têm muitos danos em suas fachadas e problemas causados pela umidade. Apesar de ficar a cem quilômetros da capital da Alemanha, a Alwine não tem lojas nem é servida por transporte público. Segundo o prefeito Andreas Claus, de uma cidade próxima, as reformas nas casas deverão custar cerca de dois milhões de euros.

A localidade fica perto da cidade de Uebigau-Wahrenbrück, de 5.500 habitantes, no estado alemão de Brandemburgo. Antes da queda do Muro de Berlim, Alwine pertencia à Alemanha Oriental, de regime comunista. Ali havia uma fábrica de briquetes de carvão, que fechou após a Reunificação alemã, em 1990. Em 2001, dois irmãos de Berlim, um dos quais já morreu, compraram a pequena localidade, mas a deixaram deteriorar.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Viagem