menu
Topo

Viagem


Serviços VIP de recepção ajudam passageiros em aeroportos

iStock
Imagem: iStock

Shivani Vohra

15/11/2018 13h32

Quanto você pagaria para não ter que passar pelas filas de segurança e da alfândega nos aeroportos: US$ 100? Ou US$ 4.000?

Aliviar o aborrecimento nas viagens de luxo é uma promessa que cada vez mais empresas de "concierge de aeroporto" estão fazendo a quem viaja com frequência, seja no embarque ou no desembarque.

Essas empresas de recepção formam um segmento de crescimento rápido. Pelo menos dez companhias de concierge de aeroporto surgiram nos últimos três anos, de acordo com Michael Holtz, proprietário da Smart Flyer, uma consultoria de turismo global especializada em aeroportos e companhias aéreas.

Essas empresas estão se popularizando, disse ele, à medida que mais pessoas viajam de avião com mais frequência e ficam cada vez mais cansadas com os transtornos desse processo. "Se você estiver com pouco tempo, detestar esperar em filas longas ou simplesmente quiser se sentir como um VIP, esses serviços são para você", disse Holtz.

Com preços entre US$ 100 e US$ 4.000, os passageiros podem fazer reservas on-line, por telefone ou por meio de agências de viagens para conseguir passar mais rápido pela segurança, receber ajuda para obter reembolsos do IVA e até ter acesso a salões privados.

Ao contrário do TSA Pre Check, esses programas não exigem a participação de empresas aéreas; em vez disso, eles fazem parcerias com os aeroportos para eliminar obstáculos de segurança e poder operar em distintos terminais. Assim, seus negócios são parecidos com os de lojas e restaurantes que pagam uma taxa aos aeroportos para administrar pontos comerciais nos aeroportos.

Operadores consolidados neste setor que não chama muita atenção também estão registrando altas. A Asia Fast Track, empresa de cinco anos dedicada à região Ásia-Pacífico, à África e ao Oriente Médio, registrou uma média de 500 reservas por mês neste ano, em comparação com 150 por mês em 2016. A Royal Airport Concierge, um serviço global fundado em 2006, dobrou seus negócios nos últimos cinco anos. Seu fundador, Ron Gorfinkel, não forneceu números específicos, mas disse: "Estamos falando de milhares [de reservas]".

A seguir, confira três das empresas de concierge de aeroporto mais importantes e veja qual pode ser ideal para você.

Royal Airport Concierge

Presente em mais de 750 aeroportos do mundo, a Royal Airport Concierge opera na maioria dos grandes centros -- JFK, Heathrow, Seul, Riad, Cidade do México, entre outros - e em lugares mais voltados às férias, como Cancun, Miami e Nice.

Ideal para: Passageiros que adoram luxo, famílias numerosas e menores desacompanhados.

Custo: US$ 100 por pessoa pelo serviço mais básico; US$ 750 pelo serviço completo.

Blacklane PASS

Em 500 aeroportos pelo mundo, a Blacklane não é tão grande quanto a Royal Aeroport Concierge, mas opera em muitos dos mesmos centros, como Paris, Nova York, Roma, Pequim e Dubai.

Ideal para: Passageiros que se importam mais com a eficiência do que com benefícios de luxo.

Custo: US$ 100 por pessoa para embarques, desembarques ou conexões. Crianças menores de dois anos não pagam. Embora a maioria dos passageiros dê gorjeta a seus recepcionistas, um porta-voz da empresa disse que essa gratificação é opcional e não é obrigatória.

Asia Fast Track

A empresa está presente em mais de 300 aeroportos na região Ásia-Pacífico, na África e no Oriente Médio.

Ideal para: Passageiros que não se sentem à vontade para estar sozinhos nos aeroportos da Ásia.

Custo: entre US$ 99 e US$ 299 por pessoa para embarques, desembarques ou conexões, dependendo do aeroporto e do nível de serviço reservado. Inclui gorjeta.

Mais Viagem