Viagem

Como uma aposta transformou Alpes Suíços em destino atraente de inverno

Getty Images
St Moritz, na Suíça Imagem: Getty Images

Mike MacEacheran

BBC Travel

22/11/2017 20h43

Eis uma história que mostra como um pequeno grupo de turistas ingleses mudou a Suíça para sempre. Ela envolve uma aposta feita entre o gerente de hotel Johanes Badrutt e seus hóspedes, um grupo de comerciantes e proprietários de terra, em uma noite úmida de setembro em St. Moritz, no ano de 1864.

Enquanto os hóspedes estavam sentados perto da lareira no Engadiner Kulm Hotel, Badrutt viu uma oportunidade de ouro. "Vocês passam as férias aqui durante o verão. Por que não desfrutar das montanhas o ano inteiro? O inverno aqui é tão agradável que em certos dias nem é necessário usar casaco", disse, enquanto servia copos do vinho tinto Veltliner.

Dispostos a fugir do notório mau tempo inglês, os viajantes aceitaram o desafio. Até aquele momento, St. Moritz era apenas um destino modesto de caminhadas entre julho e agosto, o auge do verão europeu. Mas, se a promessa de Badrutt sobre um inverno prazeroso na região falhasse, ele pagaria pela viagem do grupo.

Em meados de dezembro daquele ano, aqueles hóspedes voltaram à Suíça. Quase no final de sua viagem de uma semana, os homens sentaram-se em um trenó puxado a cavalo e, cobertos de casacos da cabeça aos pés, cruzaram os Alpes para chegar a St. Moritz. Lá, o céu estava claro e a turma suava em bicas. Badrutt, sem casaco e com as mangas da camisa enroladas, esperava o grupo.

Getty Images
Hoje os Alpes suíços atraem milhares de turistas durante todo o ano Imagem: Getty Images

A sacada genial da aposta é que, além de os ingleses terem ficado até março como hóspedes pagantes, eles rapidamente espalharam a notícia de que St. Moritz tinha um clima especial: seco, com sol e um alto grau de previsibilidade sobre a neve. O turismo para o ano inteiro chegara aos Alpes.

"A história é verdadeira, embora muita gente ache que seja uma lenda", explica Richard Leuenberger, gerente do Badrutt's Palace, um hotel cinco estrelas de St. Moritz. O estabelecimento foi aberto em 1896 por Caspar, filho de lendário gerente de hotel, para justamente colher os benefícios da aposta bem-sucedida do pai.

"Antes dos Badrutt, as pessoas não tinham razão para vir a St. Moritz ou mesmo às montanhas suíças no inverno. A demanda se restringia ao verão", completa Leuenberger.

Praticamente sozinha, a família "vendeu" a ideia de uma terra das maravilhas frias. No mesmo ano de 1864, o primeiro escritório de turismo da Suíça foi aberto. Anos mais tarde, um padre anglicano britânico, Alfred Strettel, que passara algum tempo trabalhando em St. Moritz, também fez propaganda da cidade em cartas enviadas para jornais do Reino Unido.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Viagem

Topo