Estilo de vida

Japoneses criam desenhos 'indecifráveis' para explicar normas a turistas

Reprodução/Morioka Regional Development Bureau
Entende o alerta? Na verdade, é uma indicação de quão picante é a comida --e não de que alguém está com raiva Imagem: Reprodução/Morioka Regional Development Bureau

19/02/2017 13h40

Com o objetivo de agradar os turistas --e vencer a barreira da língua--, autoridades do norte do Japão decidiram criar ilustrações para informá-los sobre as regras e costumes locais.

Os simpáticos desenhos, um tanto difíceis de decifrar, estão espalhados pela cidade de Morioka, capital da província de Iwate. A ideia é que os visitantes que não falam japonês se sintam confortáveis e bem-vindos, afirmou o jornal The Japan Times.

Trata-se de um conjunto de 26 imagens que os comerciantes podem baixar da internet. E para quem não consegue entendê-los de imediato, um alento: há frases em inglês explicando seu significado.

O chefe do Departamento de Desenvolvimento Regional de Morioka, Takefumi Shimomukai, afirma que a cidade quis fazer algo simples, mas divertido, para atrair a atenção das pessoas.
A área recebe menos visitantes do que polos turísticos como Tóquio e Kyoto, e problemas de comunicação fazem com que alguns dos locais não se esforcem para deixar os turistas mais confortáveis, conta ele.

"Até recentemente, alguns comerciantes acreditavam que lucro obtido apenas com o atendimento de clientes locais era suficiente. E por causa da barreira linguística, eles talvez tenham deixado alguns visitantes estrangeiros com a sensação de que eles não eram bem-vindos", acrescenta.

Outras maneiras de lidar com os problemas de comunicação, mais hi-tech, estão sendo desenvolvidas em demais áreas do Japão, que vê um aumento nas visitas de estrangeiros. No ano passado, foi testado um novo aplicativo que traduz para o idioma do visitante os anúncios feitos nas redes de trens, e algumas regiões oferecem serviços telefônicos 24h, em diversas línguas, para ajudar a resolver problemas, como achar um médico.

Agora, um teste: será que você consegue interpretar corretamente as ilustrações de Morioka? Encontre as respostas no fim da reportagem:

Reprodução/Morioka Regional Development Bureau
Imagem 1 Imagem: Reprodução/Morioka Regional Development Bureau


Reprodução/Morioka Regional Development Bureau
Imagem 2 Imagem: Reprodução/Morioka Regional Development Bureau

Reprodução/Morioka Regional Development Bureau
Imagem 3 Imagem: Reprodução/Morioka Regional Development Bureau

Reprodução/Morioka Regional Development Bureau
Imagem 4 Imagem: Reprodução/Morioka Regional Development Bureau

Reprodução/Morioka Regional Development Bureau
Imagem 5 Imagem: Reprodução/Morioka Regional Development Bureau

Reprodução/Morioka Regional Development Bureau
Imagem 6 Imagem: Reprodução/Morioka Regional Development Bureau

Reprodução/Morioka Regional Development Bureau
Imagem 7 Imagem: Reprodução/Morioka Regional Development Bureau


Veja se você acertou:

1. "Não entre com trajes de banho nem chinelos."
2. "Não se lave ou banhe na piscina."
3. Serve tanto para "Não entrar com sapatos" como "Não entrar sem sapatos".
4. "Sentimos muito, mas você não pode recarregar" ou "Sim, você pode recarregar" seus dispositivos eletrônicos.
5. Pode indicar que são aceitos cartões de crédito - mas também o contrário
6. Indica que o prato ou o restaurante são vegetarianos.
7. O porquinho indica que há carne suína na comida.

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Estilo de vida

Topo