Neve e gelo paralisam vários países da Europa

Nevascas e frio continuam a castigar vários países da Europa nesta quarta-feira.

Na Grã-Bretanha, milhares de escolas fecharam e os sistemas de transportes foram seriamente afetados, com estradas bloqueadas, aeroportos fechados, voos cancelados e serviços de trens reduzidos.

As áreas mais atingidas são o centro-sul e o sudeste da Inglaterra, onde fica Londres, além do sul do País de Gales.
Segundo o Met Office, órgão oficial de meteorologia, as primeiras horas desta quarta-feira registraram entre 35 cm e 40 cm de neve no condado de Surrey.

Uma pesquisa realizada pela empresa de Direito Trabalhista Peninsula indicou que 44% dos empregados de 460 companhias decidiram trabalhar de casa.

O aeroporto de Gatwick, um dos mais movimentados do país, permanece fechado, enquanto em Heathrow os passageiros estão enfrentando atrasos e cancelamentos.

O Eurostar, que opera trens entre a Grã-Bretanha, a França e a Bélgica, está operando com atrasos.

França
No oeste da França, foram emitidos alertas meteorológicos para 14 regiões.

O Centro Regional de Transportes da França afirmou que as estradas secundárias em várias regiões, incluindo Bretanha, Cotes d'Armor e Finistere estão quase intransitáveis.

"A combinação de neve e gelo está dificultando muito a movimentação", afirmaram autoridades, segundo o jornal Le Point.

Mortes
A neve também atingiu fortemente o norte da Alemanha e a Polônia.
O número de mortos na Polônia, onde o frio chegou a 22º C negativos, aumentou para 122, a maioria deles seria de sem-teto.

No vilarejo de Burzyska nad Bugiem, leste do país, o Exército instalou pontes provisórias depois que enchentes e gelo isolaram a cidade.

A previsão é de mais neve até o final da semana.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos