Brasil fica em 20º lugar em ranking de países mais admirados

O Brasil ficou na 20ª posição em um ranking que avaliou quais os países mais admirados globalmente.

O país subiu uma posição em relação à classificação do ano passado, de acordo com a edição de 2009 do Índíce de Marcas de Nações da Anholt-GFK Roper, divulgado nesta segunda-feira.

Foram ouvidas 20 mil pessoas de 20 países, que puderam expressar suas opiniões sobre 50 países.

Na América Latina a pesquisa foi feita no Brasil, na Argentina e no México.

Avanço consistente

"O Brasil vem subindo de posições constantemente desde que começamos a conduzir o estudo", afirmou à BBC Brasil Simon Anholt, responsável pela pesquisa.

"É raro que um país apresente uma subida ou descida acentuadas, como os Estados Unidos este ano", diz ele.

O motivo apontado pela elevação em seis posições dos Estados Unidos, que ocupam o topo do ranking pela primeira vez, é a mudança de governo.

"Após o fim da administração de George W. Bush era óbvio que a posição americana subiria bastante. A classificação dos Estados Unidos estava artificialmente baixa", afirmou ele.

Entre os cinco primeiros colocados estão ainda França, Alemanha, Grã-Bretanha e Japão.

Os entrevistados disseram o quanto admiravam os países em seis categorias: Governança (incluindo percepção sobre direitos humanos e política externa); cultura (incluindo herança cultural, cultura popular e esportes); produtos e serviços (na qual os entrevistados identificavam o país com alguma marca, como Alemanha com Volkswagen); povo; turismo e imigração ou investimentos (quesito no qual os entrevistados diziam se consideravam o país um bom lugar para se morar ou investir).

No ranking deste ano, o Brasil subiu posições em todos as categorias, menos cultura que, segundo Anholt, "não costuma apresentar variações de ano a ano".

Coincidentemente, o quesito cultura é onde o Brasil mostra o melhor desempenho na pesquisa, ocupando a 10ª posição.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos