Premiê japonês defende Olimpíada 'verde' em Tóquio em 2016

Maria Luisa Cavalcanti
Enviada especial da BBC Brasil a Copenhague

O primeiro-ministro do Japão, Yukio Hatoyama, defendeu nesta sexta-feira uma proposta "verde" de Tóquio para sediar os Jogos Olímpicos de 2016.

Hatoyama disse, durante a reunião do Comitê Olímpico Internacional (COI), em Copenhague, que a cidade será um modelo de segurança e desenvolvimento sustentável para o mundo.

"O novo espírito olímpico combina o homem e a natureza. E Tóquio vai mostrar como uma grande metrópole pode realizar um grande evento sem trazer impacto para o meio ambiente", afirmou Hatoyama, que tomou posse há apenas duas semanas.

Hatoyama falou sobre a intenção do Japão de construir pontes com o resto do mundo. Ele disse que os Jogos Olímpicos seriam o veículo perfeito para demonstrar a fraternidade japonesa.

"A fraternidade dos japoneses sempre foi minha filosofia e através disso [podemos] construir pontes com o mundo."

"Seria uma grande honra e privilégio para o povo japonês sediar novamente as Olimpíadas", afirmou o premiê, em referência aos Jogos Olímpicos de Tóquio de 1964.

A apresentação japonesa incluiu depoimento de diversos atletas e ex-atletas de todas as idades.

A ginasta Resa Mishina, de 15 anos, fez um apelo ao COI.

"Por favor, escolham a cidade que está se dedicando a melhorar o ambiente e a salvar o planeta, para que nossas crianças tenham um futuro", disse a atleta.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos