Estação de Londres é fechada após invasão de bêbados

Uma das mais importantes estações de metrô de Londres, Liverpool Street, foi fechada neste sábado, depois que cerca de duas mil pessoas tomaram o local para beber no último dia antes da proibição do consumo de álcool na maior parte da rede de transporte da capital britânica.

A proibição foi anunciada pelo novo prefeito de Londres, Boris Johnson, pouco depois de ele ter assumido o cargo, neste mês.

Milhares de pessoas aproveitaram o último dia de legalização e foram às estações e trens degustar bebidas alcoólicas - e muitos acabaram se encontrando na estação Liverpool Street, que teve que ser fechada por estar superlotada.

Em toda Londres, seis pessoas foram presas por estarem bêbadas e causarem problemas.

Segurança
Além de Liverpool Street, no centro financeiro da cidade, a estação de Baker Street e os trens da linha amarela também foram muito procurados pelos interessados em beber até o último minuto possível.

A proibição no consumo de bebidas passa a valer neste domingo em toda a rede de metrô, ônibus e bondes de Londres. Também fica proibido carregar garrafas, latas ou outros objetos contendo bebida alcoólica se estiverem abertos.

O prefeito alega que a proibição vai melhorar a segurança dos passageiros, mas sindicatos que representam os funcionários da rede de transportes dizem que fiscalizar a nova lei vai colocar em risco a segurança desses profissionais.

Alguns dos participantes da "festa" deste sábado disseram estar protestando contra a proibição, mas muitos admitiram estarem apenas querendo beber e se divertir.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos