Viagem

Franceses lançam trem-bala que viaja a 360 km/h

BBC
Imagem: BBC

Daniela Fernandes
De Paris para a BBC Brasil

05/02/2008 16h35

O grupo francês Alstom, fabricante do trem-bala francês, apresentou nesta terça-feira uma nova geração do trem de grande velocidade (TGV), batizada AGV, que circulará a 360 quilômetros por hora e será um dos mais rápidos do mundo.

Atualmente, os trens rápidos na França circulam com velocidade de 300 quilômetros por hora. Mas, na Espanha, já existem trens com tecnologia alemã que viajam com velocidade de até 350 quilômetros por hora.

A principal mudança do novo AGV (Automotor de Grande Velocidade) é a motorização "dividida" por todos os vagões do trem, enquanto nos TGVs atuais os motores estão instalados apenas na dianteira e no último vagão.

Segundo o fabricante, esse novo sistema permite aumentar o número de lugares para os passageiros, já que assentos poderão ser instalados também nas locomotivas, além de reduzir os custos de manutenção do trem.

A maior parte das inovações do sistema de tração do AGV foi testada no mesmo vagão que bateu o recorde mundial de velocidade sobre trilhos em abril do ano passado, quando o TGV da Alstom atingiu 574,8 quilômetros por hora.

Quarta geração
O novo AGV representa a quarta geração de trens-bala franceses, desenvolvidos há 27 anos. Além da maior velocidade, o AGV também consome 20% menos de energia do que os atuais TGVs.

A apresentação do novo trem-bala francês, realizada na fábrica da Alstom em La Rochelle, no oeste da França, contou com a presença do presidente francês Nicolas Sarkozy.

"Para manter nossa liderança, era preciso ampliar e modernizar nossos trens", disse Patrick Kron, presidente da Alstom.

"O AVG chega ao mercado em um momento em que há uma nova fase de expansão no sistema de grande velocidade ferroviária, não apenas nos mercados tradicionais, mas também em países fora da Europa", acrescentou.

O grupo francês vai construir uma linha de TGV na Argentina e também tem projetos em vista nos Estados Unidos, no Brasil e na China.

O Brasil planeja construir uma linha de trens-bala entre São Paulo e Rio de Janeiro, mas o projeto ainda está "em fase de discussões", de acordo com informações da assessoria de imprensa da Alstom à BBC Brasil.

A Itália é o primeiro comprador da nova geração AGV apresentada nesta terça-feira. A companhia privada italiana NTV adquiriu, por 1,5 bilhão de euros (cerca de R$ 3,8 bilhões), 25 trens com a nova tecnologia que permite circular a 360 quilômetros por hora.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo