Viagem

Estação "fantasma" divulga obras eróticas em metrô de Paris

BBC
Imagem: BBC

DANIELA FERNANDES

De Paris

18/12/2007 13h55

Uma estação "fantasma" de metrô na capital francesa, desativada desde a Segunda Guerra Mundial, voltou a funcionar para promover uma exposição de obras eróticas.

A estação Croix-Rouge (Cruz Vermelha), situada na linha 10, entre Sèvres-Babylone e Mabillon, não integra os mapas de metrô de Paris e muitos parisienses desconhecem sua existência.

O lugar foi decorado com desenhos e textos eróticos, fragmentados em painéis que se movimentam ao detectar a passagem do metrô. Quando o vagão passa pela estação, com velocidade reduzida, os painéis se levantam e revelam o conteúdo erótico de algumas das obras apresentadas na exposição "O Inferno da Biblioteca - Eros em Segredo", em cartaz na Biblioteca Nacional da França (BNF) e proibida para menores de 16 anos.

Além do fato atípico de exibir imagens com conotação sexual, o evento organizado pelo metrô parisiense também permite descobrir pela primeira vez em cerca de 60 anos a estação Croix-Rouge.

Os usuários da linha 10 do metrô parisiense ainda poderão ler nos vagões textos com conotação erótica, extraídos do "Dicionário Erótico Moderno de André Delvaux", publicado em 1864.

A RATP, companhia do metrô da capital, anunciou que vai utilizar a estação "fantasma" para oferecer "experiências sensoriais" aos usuários e despertar o interesse pela mostra "O Inferno da Biblioteca".

Inferno
O "inferno" é o nome de código utilizado pela BNF para catalogar obras literárias e gravuras consideradas imorais e obscenas. Muitas delas ficaram escondidas do grande público durante mais de um século.

A companhia RATP diz que as imagens na estação Croix-Rouge e os textos eróticos exibidos em painéis nos vagões fazem parte da "arte da sugestão" e não pretendem "chocar as diversas sensibilidades" que circulam diariamente pelo metrô parisiense.

A mostra "O Inferno da Biblioteca - Eros em Segredo" pode ser vista até o dia 2 de março do próximo ano.
Mais
Aeroportos de Paris combatem jetlag com luminoterapia

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo