Viagem

Universidade dos EUA devolverá relíquias de Machu Picchu ao Peru

17/09/2007 19h38

A Universidade de Yale, nos Estados Unidos, concordou em devolver ao Peru milhares de relíquias incas retiradas de Machu Picchu em escavações feitas entre 1911 e 1915 por um historiador ligado à instituição, Hiram Bingham.

O Peru exigiu que os objetos fossem devolvidos no ano passado, dizendo que havia autorizado sua retirada sob a condição de que fossem devolvidos.

Mais de quatro mil peças, incluindo múmias, objetos de cerâmica e ossos foram levados à universidade americana.

Como parte do acordo, a universidade e o Peru vão patrocinar juntos a primeira exposição itinerante da coleção.

A Universidade de Yale também vai agir como consultora para um novo museu na cidade andina de Cuzco, onde a exposição vai ser instalada permanentemente após a mostra itinerante.

A inauguração do museu está planejada para coincidir com o centenário da redescoberta de Machu Picchu por Bingham, em 1911.

Em três viagens a Machu Picchu, Bingham desenterrou milhares de objetos, incluindo estátuas de prata, jóias, instrumentos musicais e ossos humanos.

O acordo entre o Peru e a universidade foi precedido de meses de negociações.

Inicialmente, a universidade tinha se oferecido para dividir as relíquias com o país, mas agora reconhece o direito do Peru de receber de volta todos os objetos retirados das ruínas.

Segundo os termos do acordo, no entanto, algumas das peças permanecerão na universidade americana temporariamente para pesquisas.

A Yale também vai ajudar a criar um programa de intercâmbio escolar que vai continuar por pelo menos três anos.

"Nós queremos criar um novo modelo para resolver conflito de interesse em propriedade cultural", disse o presidente da universidade, Richard Levin.

"Isto pode ser alcançado com a construção de uma relação de colaboração - um que envolva acadêmicos e pesquisadores da Yale e do Peru - que sirva à ciência e à compreensão humana", ele acrescentou.

Machu Picchu, conhecida como "a cidade perdida dos incas", foi declarada Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade em 1981.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Viagem

Topo