Comunidades querem salvar Mar Morto; assista

  • BBC

Comunidades que vivem ao redor do Mar Morto, que banha a Jordânia, Israel e a Cisjordânia, estão pedindo uma solução para que ele pare de encolher.

O lago, o mais salgado do planeta, perdeu um terço de sua superfície nos 50 últimos anos. O nível do mar baixou 25 metros e o terreno em volta também foi afetado. Crateras aparecem da noite para o dia.

Boa parte da água que vinha do rio Jordão e alimentava o Mar Morto hoje é desviada para abastecer Síria, Jordânia e Israel.

O oceanógrafo Nathan Paldor, de Israel, apóia um plano para bombear água do Mar Vermelho, no sul, para o Mar Morto.
A economia local, que depende do turismo, também vem sofrendo com o encolhimento do Mar Morto.

Os proprietários do resort Ein Gedi, pedem um plano de emergência para salvar o Mar Morto. O hotel foi construído há 20 anos perto da margem e hoje tem que transportar os hóspedes por dois quilômetros para chegar até a água.

Mas há um receio de que a água do Mar Vermelho possa afetar o ambiente único do Mar Morto, cujas águas têm uma composição mineral única.


Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos