Viagem

'Coliseu' de Buenos Aires reabre suas portas ao público

Enrico Fantoni/Divulgação
Fachada reformada do Teatro Coliseo, na capital argentina Imagem: Enrico Fantoni/Divulgação

De Buenos Aires

10/05/2016 12h11

O Coliseo, tradicional teatro localizado em Buenos Aires, acaba de entrar em uma nova fase da sua história com a conclusão das obras de restauração. Os trabalhos consistiram principalmente na remodelação e modernização do palco, da marquise e do hall, além de outros setores do conhecido teatro argentino.   

"Este é um lugar com alma, uma joia de propriedade do governo italiano que, na realidade, é uma propriedade compartilhada: ele é argentino, é da cidade, é dos italianos que vivem aqui e dos que não são italianos", destacou a embaixadora italiana na Argentina, Teresa Castaldo, em um evento para a imprensa.   

No evento, que foi conduzido pela diretora do edifício, Elisabetta Riva, estiveram presentes nomes como Darío Lopérfido, ministro da Cultura da cidade portenha, além de Cristiano Rattazzi e Giorgio Alliata di Montereale, o presidente e o vice-presidente da Fundación Cultural Coliseum, respectivamente.   

"O objetivo do projeto impulsionado pelo arquiteto Giuseppe Caruso foi o de recuperar as características originais do edifício inaugurado em 1961, o de um teatro concebido com um desenho sóbrio, despojado, sem ornamentações, de linhas simples, simétrico e quase minimalista", afirmou Alliata di Montereale.   

Vida cultural
Fundado em 1903 como um grande "circo equestre", o Coliseo se transformou rapidamente em um lugar que representava a vida cultural e teatral de Buenos Aires. Entre os anos 1920 e 1930, o prédio foi um dos principais cenários da ópera lírica na América Latina.   

Já na década de 1940, graças a uma doação do conde italiano Felice Lora, o teatro foi adquirido pelo governo da Itália, que o restaurou e o reabriu em 1961.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Viagem

Topo