Topo

Viagem


Turistas vão poder visitar os jardins do Vaticano

2011-09-15T17:20:00

15/09/2011 17h20

CIdade do Vaticano (AFP) - Os jardins do Vaticano, conhecidos durante muito tempo como um oásis secreto no centro de Roma, serão abertos aos turistas, que poderão percorrê-los em ônibus abertos, do tipo jardineira, recebendo as informações em áudio, em cinco línguas.

Um pequeno veículo amarelo a gás de 28 lugares, pouco poluente, percorrerá os jardins que representam um terço dos 44 hectares da Cidade-Estado, onde o Papa Bento XVI passeia às tardes, durante meia hora, rezando o terço.

O cardeal Giovanni Lajolo, presidente do governo do Vaticano, alegrou-se com a "retomada da tradição, após vários anos de interrupção" de uma visita que poderia se fazer a pé. De lá podem ser avistadas inúmeras fontes, como a "Casina Pie IV", a torre São João e uma linda paisagem.

Vários locais são consagrados à Virgem Maria: a reprodução da gruta de Lourdes, mas também representações das Virgens de Fátima (Portugal), de Guadalupe (México) e da Czestochowa (Polônia), sinais da devoção mariana dos soberanos pontífices.

O itinerário, de uma hora, será também uma oportunidade para rever conhecimentos sobre a história da igreja, com comentários em italiano, inglês, francês, espanhol e alemão.

A visita, que deve ser reservada com antecedência, custará 15 euros para os adultos, e 11 euros para os menores, sendo gratuita para crianças com menos de seis anos.

O ônibus partirá a cada meia hora, de 8h às 13h, às segundas, terças, quintas, sextas e sábados, da praça Pio XII, situada a alguns metros da praça de São Pedro.

Mais Viagem