Museu Tate impede acesso à instalação por ser prejudicial à saúde

LONDRES, 15 Out 2010 (AFP) -A Tate Modern de Londres fechou o acesso à nova instalação do artista chinês Ai Weiwei, um grande tapete de sementes de girassol em porcelana, devido à ameaça para a saúde causada pelo pó levantado pelos visitantes que o pisam.

 

Quando a obra foi inaugurada na segunda-feira, o público foi convidado a caminhar sobre mais de 100 milhões de sementes de porcelana pintadas a mão que forram uma superfície de 1.000 metros quadrados e 10 centímetros de espessura no solo da Sala das Turbinas do museu de arte moderna britânico.

 

A partir de agora, no entanto, o público terá que conformar-se a ver a imponente instalação de Ai Weiwei (Pequim, 1957) do alto.

 

"Sunflower Seeds" (Sementes de girassol), que ficará exposta até 2 de maio de 2011, é a 11ª obra de um ciclo que, desde 2000, convida os artistas a expor nesta sala imponente.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos