Turista francês sobrevive a queda de 23 metros no Grand Canyon

Um turista francês de 18 anos escorregou em um dos precipícios do Grand Canyon, enquanto tentava tirar uma foto, e sobreviveu a uma queda de 23 metros, informou esta sexta-feira, em comunicado, o parque nacional americano.

 

Na quinta-feira, "por volta das 14h45 (19h45 de Brasília), o centro de comunicações do Grand Canyon recebeu o informe de que um homem tinha caído do ponto Mather, no lado sul" deste íngreme desfiladeiro escavado pelo rio Colorado, no norte do Arizona (oeste do país).

 

Segundo o comunicado dos guardas do parque, o jovem foi encontrado consciente, mas precisou de assistência médica imediata por causa da queda.

 

De acordo com testemunhas, o jovem escorregou enquanto tentava tirar uma foto, caiu, mas conseguiu interromper a queda antes de chegar ao fundo do desfiladeiro.

 

Duas horas depois de o jovem cair, um helicóptero conseguiu resgatá-lo em uma maca aérea e ele foi levado de ambulância para um centro médico de Flagstaff, no Arizona, onde recebeu tratamento para os ferimentos nos pulsos, tornozelos e no pescoço, acrescentou a fonte.

 

As autoridades do Grand Canyon, parque com média entre duas e três mortes por ano, insistiram em lembrar aos visitantes que evitem ir além dos mirantes, cujos limites são definidos em função dos riscos de um terreno cuja beleza é fruto da erosão.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos