Los Angeles inaugura hotel para fumantes de maconha

O Normandie, em pleno coração do bairro coreano de Los Angeles (Califórnia), reabre suas portas nesta terça-feira para ser conhecido como "o primeiro hotel para fumantes de maconha" dos Estados Unidos.

 

A inauguração está prevista para a noite desta terça-feira, 20 de abril, dia mundial de comemoração para os amantes de cannabis.

 

"É um passo realmente lógico. É uma cidade grande e precisavam de mim aqui e eu precisava de uma mudança", disse ao jornal Los Angeles Times Dennis Peron, promotor da reabertura deste antigo hotel erguido em um edifício histórico.

 

Peron é um dos líderes das iniciativas a favor da legalização da maconha na Califórnia e adepto da cultura do "pot" em Los Angeles e São Francisco.

 

"São as pessoas, são os números, é a cultura popular", explicou, ao enumerar a popularidade da maconha no estado.

 

O pacote oferecido pelo Hotel Normandie é de 420 dólares por duas noites, nas quais se pode fumar maconha em paz, "sem ter que colocar toalhas embaixo da porta" para evitar que o cheiro vaze.

 

Por enquanto não está claro se o preço inclui alguma droga ou se é necessário contar com uma receita médica para se hospedar, tal como rege a legislação da Califórnia.

 

Entretanto, segundo o jornal, o hotel instalou máquinas de "aperitivos" no lobby, "em caso de fome".

 

Richard Eastman, responsável pela promoção do hotel, afirmou: "Esqueçam Amsterdã. Vejam a 6 e Normandie (as ruas onde se localiza o hotel). Não precisam de passaporte para vir ao Normandie Hotel. Não precisam de passagem aérea para vir ao Normandie Hotel".

 

Em novembro, os californianos participarão de um plebiscito para decidir sobre a legalização da maconha com fins recreativos. Seus incentivadores argumentam que desta forma haverá mais arrecadação de impostos em um estado com um imenso rombo fiscal.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos