Viagem

Lufthansa inicia maior greve na história do transporte aéreo alemão

Os pilotos da Lufthansa, maior companhia aérea da Alemanha, iniciaram à meia-noite uma greve que deve prosseguir até quinta-feira, no maior movimento de paralisação na história do transporte aéreo alemão.

A greve, convocada pelo sindicato Cockpit, que representa mais de 4.000 pilotos, teve início no horário previsto, segundo Stefanie Stotz, porta-voz da maior empresa europeia do setor.

O sindicato e a direção da Lufthansa fracassaram no fim de semana na tentativa de chegar a um acordo para a retomada das negociações.

O Cockpit também programou para esta segunda-feira protestos nos dois grandes aeroportos alemães, Frankfurt e Munique.

A Lufthansa organizou um plano de emergência para garantir entre 50% e 60% dos voos, quase 1.000 voos.

No entanto, muitos destes voos tiveram que ser pura e simplesmente cancelados na manhã desta segunda-feira, o que deve se repetir durante todo o dia.

A Lufthansa projeta um prejuízo de 100 milhões de euros com a greve.

O sindicato reivindica a mesma convenção de salários para todos os pilotos do grupo que voam sob a insígnia da Lufthansa, incluindo as duas filiais do grupo no exterior, o que a empresa não aceita.

Também reclama uma garantia para os empregos, ponto que em tese deve ser mais fácil de negociar.

As filiais Lufthansa Germanwings e Lufthansa Cargo (transporte de cargas) também foram afetadas pela greve, programada para até a meia-noite de quinta-feira.

Os voos das companhias regionais da Lufthansa devem ser os únicos que não serão afetados.

Em condições normais, a Lufthansa tem 1.800 voos diários, incluindo 160 intercontinentais, número que inclui também os voos de suas companhias regionais.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo