British Airways obtém ordem judicial para impedir greve no Natal

LONDRES, 17 dez 2009 (AFP) - A companhia aérea britânica British Airways (BA) obteve nesta sexta-feira em uma Alta Corte de Londres uma ordem judicial apra evitar a greve de 12 dias programada por seu pessoal de tripulação para as festas de Natal e fim de ano.

A juíza Laura Cox emitiu a ordem em favor da British Airways, que apresentou uma ação na terça-feira alegando que funcionários que já não pertenciam à companhia participaram na semana passada da votação que decidiu pela greve.

O sindicato britânico Unite anunciou nesta segunda-feira que o pessoal de tripulacão aprovou por maioria arrasadora (92,49%) a convocação de uma greve para protestar contra a supressão de empregos na empresa.

O sindicato acrescentou em seu site que tinha a intenção de apresentar um pré-aviso para uma greve de 12 dias, que começaria no dia 22 de dezembro, o que ameaça acabar com todos os voos em plena temporada de festas de fim de ano.

O sindicato Unite afirma ser um protesto pela supressão de 1.700 postos do pessoal de navegação, um congelamento dos salários durante dois anos e a criação de um sistema de recrutamento de novos empregados em condições inferiores.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos