Viagem

Companhia aérea japonesa ANA anuncia 1.000 demissões e segundo ano de déficit

TÓQUIO, Japão, 30 Out 2009 (AFP) - A companhia aérea japonesa All Nippon Airways (ANA) informou nesta sexta-feira que eliminará 1.000 postos de trabalho, ao mesmo tempo em que adiantou um segundo ano de déficit, afetada pela recessão e pelas preocupações geradas pela pandemia de gripe suína.

A ANA, segunda maior companhia aérea do Japão, registrou um prejuízo líquido de 25,38 bilhões de ienes (278 milhões de dólares) em um período de seis meses até setembro, em comparação com os 22,05 bilhões de ienes no mesmo período do ano passado.

É a primeira vez que a ANA registra prejuízo líquido no período Abril-Setembro desde 1979, segundo um comunicado divulgado pela companhia.

"A demanda no setor da aviação foi a mais baixa em anos devido à recessão mundial e à pandemia de gripe H1N1", disse o vice-presidente executivo da ANA, Tomohiro Hidema.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo