Torre Eiffel está fechada por greve de funcionários

Em Paris

A Torre Eiffel, um dos monumentos mais visitados no mundo, está fechada nesta quarta-feira devido a uma greve por melhor qualidade de recepção e mais segurança para visitantes e funcionários, constatou um jornalista da AFP.
  • Jacques Demarthon/AFP

    Cartazes com a frase "Torre Eiffel em greve" colados em guichê de venda de ingressos


O monumento, que normalmente abre às 9h local, ficou fechado e nenhum turista pôde entrar.

Funcionários da Torre Eiffel distribuíam aos turistas panfletos em três idiomas (francês, inglês e espanhol) com a mensagem: "Torre Eiffel em greve para uma melhor qualidade de recepção, segurança, garantia do emprego, que não está em crise depois de seus 6,9 milhões de visitantes em 2008".

A direção da Torre Eiffel se negou a comentar a greve. O monumento bateu um novo recorde de visitação em 2008, com 6,93 milhões de turistas, dos quais 75% foram estrangeiros.

O monumento pertence à cidade de Paris, que confiou sua manutenção a uma empresa de economia mista, a Société d'Exploitation de la tour Eiffel (SETE), numa concessão de serviço público com duração de dez anos.

A SETE, da qual a prefeitura tem 59,9% das ações, teve em 2008 um faturamento de 64 milhões de euros.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos