Vôos entre Moscou e Tbilisi foram reiniciados

De Moscou

A Geórgia restabeleceu nesta terça-feira seus vôos para a Rússia, depois de 16 meses de bloqueio, como primeiro passo de distensão diplomática, apesar de a relação entre os dois país continuar abalada pelo desejo de Tbilisi de entrar na Otan e pelo apoio de Moscou a dois territórios separatistas.

A companhia Georgian Airlines deve realizar na noite desta terça seu primeiro vôo entre Tbilisi e Moscou. A companhia aérea russa Aeroflot fará o mesmo na quinta-feira.

Em outubro de 2006, a Rússia suspendeu as ligações aéreas, terrestres e marítimas com Tbilisi depois da prisão, na Geórgia, de quatro oficiais russos acusados de espionagem. Moscou também instaurou nesse ano um embargo à água mineral e ao vinho georgianos.

Segundo os analistas, a retomada dos vôos não ofusca o fato de que resta muito por fazer para reduzir a tensão entre os dois governos.

Moscou teme que a Geórgia, ex-república soviética de cinco milhões de habitantes, ao entrar para a Otan, vire um 'cavalo de Tróia' capaz de desestabilizar a situação no Cáucaso russo.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos