Cinzas expelidas por vulcão chileno afetam aeroporto argentino

O aeroporto da província argentina de Neuquén (sudoeste) suspendeu nesta quarta-feira suas operações afetado pelas cinzas vulcânicas expelidas pelo vulcão Llaima, de 3.125 metros de altura, no Chile, que entrou em erupção na tarde de terça-feira, lançando gás e material sólido, informou a companhia aérea Aerolíneas Argentinas.

O aeroporto internacional Presidente Perón está separado do território chileno pela Cordilheira dos Andes.

O Departamento Nacional de Emergência do Chile informou nesta terça-feira que a coluna de gás e cinzas alcançam 7 km, seguindo em direção ao território argentino.

O Llaima é um dos vulcões mais ativos do Chile e sua erupção anterior mais significativa foi registrada em 1994.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos