Viagem

França e Grécia minimizam concurso das Sete Maravilhas do Mundo

PARIS, 9 Jul 2007 (AFP) - O governo da França minimizou nesta segunda-feira o resultado do concurso das Sete Maravilhas do Mundo enquanto "iniciativa privada" e afirmou concordar com a Unesco quanto a seu conceito de patrimônio.

"A França compartilha do conceito da Unesco, que inscreveu na lista de patrimônio mundial da humanidade 851 lugares, dos quais 31 se encontra em território francês", declarou a porta-voz do ministério das Relações Exteriores, Pascale Andreani.

A organização da ONU afirmou no domingo "ter uma visão mais ampla do patrimônio", no qual inclui não apenas monumentos, como no caso do concurso das Sete Maravilhas, como também conjuntos mais vastos como centros urbanos, paisagens traçadas pelo homem ou meios naturais.

Christian Manhart, do Centro do Patrimônio Mundial da Unesco, denunciou o caráter "midiático" do concurso organizado pelo cineasta suíço Bernard Weber, a quem acusou de transmitir uma "mensagem negativa aos países cujos monumentos não foram selecionados".

Já o ministro grego da Cultura, Georges Vulgarakis, comparou a designação das nova Sete Maravilhas a um "concurso de beleza".

"Os monumentos não estão aí para desfilar sobre um pódio como nos concursos de beleza", ironizou ele.

"O concurso não tem nada a ver com o valor dos monumentos", prosseguiu Vulgarakis, recordando que seu governo não se mobilizou em momento algum para apoiar a candidatura da Acrópole nesta iniciativa, se alinhando à postura adotada pela Unesco.

O Cristo Redentor, do Rio, a grande Muralha da China, o mausoléu de Taj Mahal na Índia, o Coliseu de Roma, as ruínas de Machu Pichu no Peru, a antiga cidade maia de Chichen-Itza no México e a cidade arqueológica de Petra na Jordânia foram eleitos as novas Sete Maravilhas pelos internautas do mundo inteiro.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo