Viagem

United Airlines inagura vôos diretos para Hong Kong e Rio de Janeiro

CHICAGO, 3 Mai 2007 (AFP) - A United Airlines anunciou nesta terça-feira que irá inaugurar duas novas linhas diretas com origem nos Estados Unidos e destinos na Ásia e na América Latina, com o objetivo de fortalecer a rede internacional da empresa.

O serviço diário de carga e passageiros entre Los Angeles e Hong Kong e entre Washington e Rio de Janeiro deve começar em outubro, informou a United, que recentemente venceu uma disputada concorrência para operar vôos diretos para Pequim.

A empresa aérea com matriz em Chicago argumentou que a rota para Hong Kong também servirá a Ho Chi Min City (capital do Vietnã) e um de seus objetivos é atrair clientes da região de Los Angeles, qua abriga a maior população vietnamita do país. A linha também deve ter uma opção de conexão para Singapura.

A United irá operar a nova linha Los Angeles-Hong Kong com uma aeronave Boeing modelo 747.

Já a rota direta ligando o Aeroporto Internacional Washington Dulles e o Rio de Janeir será oferecida com um Boeing 767.

Com o novo vôo para o Rio, a United passa a servir a 22 destinos internacionais saindo do aeroporto de Dulles, que fica nos subúrbios de Washington, no estado da Virginia.

Em março, a empresa aérea inagurou uma rota sem escalas ligando as capitais Washington e Pequim depois de conseguir aprovação para o inédito serviço do governo americano. Três companhias estavam na disputa pela nova rota direta.

Os governos americano e chinês recebem direitos por sete vôos semanais ligando os dois países, graças a um acordo da aviação aprovado em 2004.

"Estamos satisfeitos em ampliar nossos serviços na Ásia para nossos clientes de Los Angeles, além de diversificar a ligação entre o aeroporto Washington Dulles e nossas rotas na costa leste", disse em um comunicado Kevin Knight, vice-presidente senior de planejamento da United Airlines.

"A criação dessas rotas permite que a United aumente sua rede de destinos para seus clientes enquanto gera novas oportunidades para a empresa".

A UAL Corp., "mãe" da United, uma das chamadas empresas aéreas tradicionais duramente afetadas após os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001, saíram da bancarrota em fevereiro de 2006.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo