British Airwais se desculpa por transportar um cadáver na primeira classe

LONDRES, 19 Mar (AFP) - A companhia aérea britânica British Airways se viu obrigada a apresentar um pedido formal de desculpas aos passageiros da primeira classe de um vôo Londres-Nova Delhi. A equipe de bordo os fez viajar em companhia de uma idosa que havia falecido na classe econômica três horas depois da decolagem, divulgou nesta segunda-feira o Daily Mirror.

Depois de constatada a morte, a tripulação resolveu instalar o corpo sem vida num lugar vazio na primeira classe, prendendo-o com o cinto de segurança e escorando sua cabeça. Um empresário, que se encontrava sentado ao lado da senhora, declarou ao Daily Mirror que não foi informado pelos comissários de que a idosa havia falecido em pleno vôo.

O passageiro, que não teve seu nome divulgado pelo jornal, contou que, ao levantar para ir ao banheiro, avisou a um comissário que a passageira a seu lado "não parecia estar bem". "Nós chamamos um médico, mas já era tarde demais", foi a resposta do tripulante.

Um porta-voz da British Airways, citado pelo Daily Mirror, declarou que um pedido formal de desculpas foi feito aos passageiros, mas ressaltou que a equipe optou "pela solução que parecia menos desagradável".

Segundo o The Guardian, cerca de 10 pessoas morrem por ano em vôos da British Airways. A companhia agiu da mesma forma quando um passageiro americano morreu durante um vôo de seis horas entre Londres e Boston (Estados Unidos).

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos