Viagem

Torre de Londres terá pela primeira vez uma mulher como guarda

03/01/2007 07h02

LONDRES, 3 jan (AFP) - Uma mulher colocará um ponto final em uma tradição de cinco séculos ao ser incorporada ao corpo de guardas da Torre de Londres, onde a vigilância das jóias da Coroa era privilégio masculino, informa a edição desta quarta-feira do jornal The Sun.

"A Torre de Londres está prestes a nomear como guarda pela primeira vez uma mulher", declarou ao jornal uma fonte da administração dos palácios reais históricos, responsável pela gestão do monumento, um dos mais visitados da capital britânica.

Os 'Yeomen', encarregados pelo rei Henry VIII (1509-1547) de velar pela Torre de Londres, residência real, mais tarde prisão e atualmente monumento turístico, são atualmente 35.

Eles moram na torre, trabalham como guias e são antigos militares com 22 anos de carreira como mínimo nas Forças Armadas.

"A escolhida está servindo nas forças de Sua Majestade e se unirá aos novos colegas na Torre de Londres no verão de 2007", acrescenta a fonte.

A primeira mulher que usará o tradicional uniforme sangue e ouro dos 'Yeomen' receberá um salário de 24.000 libras anuais (36.000 euros, 47.000 dólares), acrescenta o The Sun, que não divulgou a identidade da mesma.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Viagem

Topo