Mausoléu de Ataturk é o monumento mais visitado de Ancara


ANCARA, 28 nov (AFP) - O mausoléu de Mustafa Kemal Ataturk, pai da Turquia moderna, para onde o Papa Bento XVI se dirigiu após chegar a Ancara, é o monumento mais visitado da cidade e um símbolo da laicidade neste país de religião majoritariamente muçulmana.

Só neste ano, o monumento já recebeu a visita de 5,627 milhões de pessoas, um dado em forte expansão se comparado ao de 2005 (3,8 milhões).

Os analistas atribuem este sucesso à necessidade de uma parte da população turca de reafimar seu apoio à laicidade desde a chegada ao poder em 2002 de um governo islâmico-conservador.

A visita ao mausoléu, Anitkabir em turco, é uma etapa obrigatória das visitas oficiais e todos os estudantes o visitam pelo menos uma vez durante seu período de estudos.

A construção desse monumento com colunas de estilo moderno, bastante sóbrio e de cor clara, localizado no cume de uma colina no oeste da capital, foi iniciada em 1944 e terminou nove anos depois.

O mármore e a pedra vêm de todas as províncias da Turquia com o objetivo de simbolizar a importância atribuída pelo povo ao fundador da República em 1923, que transformou este país majoritariamente muçulmano num Estado laico.

Cercado por um "parque da paz" com árvores do mundo inteiro, o mausoléu contém a tumba de Ataturk (1881-1938), assim como a do segundo presidente da Turquia, Ismet Inonu, morto em 1973, o companheiro mais próximo de Ataturk durante a guerra de independência e seu sucessor no governo.

O museu reúne objetos que pertenceram a Ataturk - suas roupas, seus enfeites, seus livros e seus carros.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos