Viagem

Arqueólogos descobrem edifício de 11 mil anos na Síria

DAMASCO, 3 out (AFP) - Arqueólogos revelaram nesta terça-feira a descoberta de um edifício de 11 mil anos nas margens do rio Eufrates, no norte da Síria.

"A descoberta notável de um grande edifício circular datado de 8.800 a.C acabou de ser feita perto (da localidade de) Ja'de," disse à AFP o diretor da equipe de arqueólogos franceses que fez a descoberta.

O edifício, muito maior do que casas normais, "tinha um uso coletivo, provavelmente para todos da cidade ou de um grupo", disse Eric Coqueugniot.

"Parte deste edifício comunitário tem a forma da cabeça de um touro e preserva ornamentações pintadas, as mais antigas conhecidas no Oriente Médio", disse.

"As pinturas geométricas multicoloridas" que decoram o edifício seriam expostas no museu de Aleppo, norte da Síria, acrescentou.

"Muitas armas de caça, ferramentas domésticas... foram descobertas neste nível. A maior parte destas ferramentas é feita de sílex e muito poucas de obsidiana (pedra vulcânica)", afirmou.

Coqueugniot chefia a equipe do Centro Nacional de Pesquisa Científica (CNRS, na sigla em francês), a maior estrutura científica da França, que levou ao trabalho de escavação no local pelos últimos 15 anos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo