menu
Topo

Viagem


Veja companhias aéreas que servem pratos de chefs famosos em seus voos

Marcel Vincenti

Colaboração para o UOL

2019-04-13T04:00:00

13/04/2019 04h00

Nem sempre o turista encontra comida de qualidade em viagens aéreas, principalmente se estiver voando na classe econômica.

Há atualmente, porém, empresas que estão servindo, em suas aeronaves, pratos assinados por chefs famosos, que são donos de restaurantes celebrados em seus respectivos países e, em alguns casos, já ganharam estrelas do guia Michelin.

Quer ter mais chances de comer bem em sua próxima jornada de avião? A seguir, conheça companhias aéreas que servem receitas desenvolvidas sob o comando de mestres da cozinha.

KLM

Divulgação/KLM
Imagem: Divulgação/KLM

A companhia aérea KLM tem servido, em voos entre o Brasil e a Europa, pratos criados sob o comando do chef brasileiro Rodrigo Oliveira, que lidera o concorrido restaurante paulistano Mocotó.

E o melhor: estas receitas podem ser encontradas na classe econômica da empresa.

Atualmente, os passageiros deste setor do avião podem curtir um prato de atolado de frango com arroz da horta, abobrinha, mandioquinha e tomate-cereja.

O dono do Mocotó também tem criações na World Business Class, uma classe mais cara e mais confortável dos voos da KLM: seu prato principal, servido atualmente, é composto por carne de frango assada com creme de milho verde, tomate-cereja, minimilho assado, cebola em conserva e cebolinha (na foto).

As receitas estão disponíveis em voos que saem de São Paulo ou do Rio Janeiro para Amsterdã, na Holanda.

Air France 1

Divulgação/Air France
Imagem: Divulgação/Air France

A Air France é uma das melhores companhias aéreas para o passageiro provar receitas feitas sob o comando de chefs que são verdadeiras celebridades.

Em voos de longa distância da empresa que decolam de Paris, por exemplo, os turistas da classe executiva têm à sua disposição, até o próximo mês de junho, receitas desenvolvidas sob a liderança do chef Arnaud Lallement, que tem nada menos do que três estrelas Michelin.

O cardápio muda mensalmente: em abril, estão disponíveis pratos de galinha-d'angola com nabo e bacalhau com alcachofras. Em maio, será a vez de carne de cordeiro com curry verde e camarões com quinoa, tudo em uma apresentação extremamente artística.

Depois de junho (e até setembro), é o célebre chef francês Guy Martin (do aclamado restaurante parisiense Le Grand Véfour) colaborar com a classe executiva da Air France.

Air France 2

Divulgação/Air France
Imagem: Divulgação/Air France

Já a primeira classe da Air France, chamada de La Première, será agraciada, até junho deste ano, com pratos feitos sob a batuta de ninguém menos que Joël Robuchon, chef francês que colecionou diversas estrelas Michelin em vida e que faleceu em 2018.

Os pratos de Robuchon podem ser encontrados em voos de longa distância da Air France que decolam de Paris.

Em abril, os passageiros da Première poderão degustar carne com missô, macarrão e legumes. Já em junho haverá carne de pato com trufas e purê de batatas gratinado.

ANA

Divulgação/All Nippon Airways
Imagem: Divulgação/All Nippon Airways

A companhia aérea japonesa All Nippon Airways (ANA) tem um programa chamado The Connoisseurs, que reúne chefs conceituados para desenvolver receitas para os voos da empresa.

Atualmente, colabora com a ANA o chef nipônico Toru Okuda, que comanda o célebre restaurante Ginza Okuda, localizado em Tóquio e estrelado pelo Guia Michelin.

Nas aeronaves, é possível provar receitas como lagosta com molho de soja e carne de caranguejo com favas, tudo apresentado com a delicadeza típica da culinária japonesa.

As receitas estão disponíveis na classe executiva de voos da ANA partindo dos aeroportos nipônicos de Narita e Haneda (que servem Tóquio) com destino à América do Norte e à Europa.

Singapore Airlines

Divulgação/Singapore Airlines
Imagem: Divulgação/Singapore Airlines

A Singapore Airlines aparece constantemente em listas de melhores companhias aéreas do mundo. E a comida servida a bordo de seus aviões costuma agradar muitos passageiros.

Colaboram com a empresa chefs como o norte-americano Alfred Portale, que comanda o icônico restaurante nova-iorquino Gotham Bar and Grill, estrelado pelo Guia Michelin.

Portale é dono de uma receita de bife grelhado (na foto), servida na primeira classe e na classe executiva de voos da Singapore saindo de Nova York, que, segundo a companhia, é altamente popular entre os passageiros. A carne vem com aspargo, espinafre, batata assada, cebolinhas e molho balsâmico.

Qantas

Divulgação/Qantas
Imagem: Divulgação/Qantas

Em voos entre a cidade australiana de Perth e Londres, a companhia aérea Qantas serve, atualmente, pratos feitos sob a batuta do famoso chef Neil Perry, que comanda diversos restaurantes conceituados na Austrália (como o Rockpool) e é presença frequente em programas gastronômicos de televisão.

O cardápio para esta rota oferece receitas que, segundo a Qantas, prometem combater desconfortos causados pela mudança de fuso horário.

Elas usam ingredientes que, segundo o próprio Perry, ajudam "na hidratação e na qualidade do sono" dos viajantes.

Alguns dos pratos, por exemplo, são feitos com ingredientes como pepino, morangos e aipo. E há muitas combinações leves que aparecem com frequência no menu, como salada acompanhada de carne de atum (na foto), disponível na classe executiva.

Chás e chocolate quente também são servidos na hora em que os passageiros costumam dormir, para ajudar no sono.

Virgin Atlantic

EdithRum/Getty Images
Imagem: EdithRum/Getty Images

Voos da companhia aérea Virgin Atlantic estão oferecendo receitas que levam a assinatura do confeiteiro Eric Lanlard, célebre for fazer bolos e outros doces extremamente conceituados entre o público europeu.

Serão combinações que trarão sanduíches, bolinhos, macarons e outras delícias que poderão ser provadas por passageiros de todas as classes.

Lanlard é figura famosa de programas de televisão, como a "A Doce Cozinha de Eric Lanlard".

Mais Viagem