menu
Topo

Viagem


Conheça dez destinos turísticos que oferecem belas paisagens na neve

Marcel Vincenti

Colaboração para o UOL

02/12/2018 04h00

A chegada do inverno ao Hemisfério Norte, no final deste ano, deixa cidades de Europa, Ásia e América do Norte sob um frio intenso. Mas, mesmo com as temperaturas baixas, é possível curtir, nestas regiões, destinos turísticos que combinam com a neve.   

São locais que ficam ainda mais belo com as paisagens geladas, oferecendo oportunidades para o turista tirar grandes fotos durante sua viagem. 

Abaixo, conheça dez destinos turísticos que costumam exibir belos cenários nevados durante a época invernal. 

Praga, República Tcheca

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Praga é, talvez, a cidade europeia que mais se pareça com um cenário de contos de fadas. E, quando a neve cai sobre a capital tcheca, suas paisagens ganham um tom ainda mais mágico. 

Agasalhe-se bem e faça uma longa caminhada pelo centro histórico de Praga, através das vias que conectam a Praça Vesceslau, a Praça da Cidade Velha (que exibe cartões-postais como a igreja gótica Nossa Senhora Diante de Týn) e a Ponte Carlos, que cruza o rio Moldava e é coroada por dezenas de estátuas (que ficam fotogênicas com a neve sobre suas cabeças).

De lá, é só subir a colina onde está o lindo Castelo de Praga e usar os mirantes que existem lá em cima para ver, de ângulo privilegiado, a capital tcheca coberta de branco.   

Zermatt, Suíça 

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Zermatt é um cidade localizada nos Alpes suíços que, durante o inverno, adquire uma beleza especial que costuma encantar os turistas. 

Além de ter ruazinhas que adquirem um aspecto romântico sob a neve, este destino europeu fica bem perto do Matterhorn, uma das montanhas mais bonitas da Europa (e cujo pico pode ser visto na foto acima): seu cume está a 4.478 metros de altitude. 

Além disso, Zermatt dá acesso a excelentes pistas de esqui, que merecem ser conhecidas em épocas invernais. 

Nova York, EUA

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

O inverno pode ser extremamente rigoroso em Nova York e tem capacidade para prejudicar alguns passeios pelas ruas da cidade.

Mas há cantinhos da Big Apple que ficam muito charmosos sob a neve: um deles é o Central Park, que, no frio intenso, tem seus lagos congelados e suas pontes cobertas por camadas brancas que realçam a beleza das fotos. 

É também interessante ver o rio Hudson parcialmente congelado com os arranha-céus de Manhattan ao fundo. 

Jigokudani Monkey Park, Japão

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Na região central do Japão, a cerca de 250 quilômetros de Tóquio, fica o Jigokudani Monkey Park, um lugar que merece ser visitado durante o inverno nipônico. 

Lá, é possível observar dezenas de macacos selvagens relaxando dentro de águas termais, enquanto a neve cobre o solo e as árvores ao redor. É extremamente interessante ver estes animais quase que em estado de transe dentro das águas quentinhas do parque: espere voltar para casa com grandes fotografias. 

Budapeste, Hungria

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Budapeste é outra capital europeia que adquire uma beleza extremamente interessante quando se encontra sob a neve.

O turista entrará em contato com imagens dignas de cartão-postal se, durante o inverno na capital húngara, fizer uma caminhada pelas margens do rio Danúbio: no trajeto irão aparecer no horizonte monumentos como o edifício neogótico do Parlamento Húngaro (uma das construções mais lindas do continente europeu), a ponte Széchenyi Lánchíd e, sobre uma colina, o Castelo de Buda. 

Para ter uma vista panorâmica de Budapeste sob a neve, suba até o mirante da área conhecida em inglês como Fisherman's Bastion, que oferece ângulo privilegiado para admirar a cidade do alto. 

Cidade de Québec, Canadá

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

O Canadá é um país que fica sob um frio intenso durante o inverno -- e alguns de seus centros urbanos ganham um charme especial com a neve. 

Um deles é a Cidade de Québec, que, coberta de branco, adquire paisagens que encantam muitos viajantes. 

A região conhecida como Petit Champlain, por exemplo, está repleta de vielas e construções históricas cuja beleza é realçada depois de nevar. Nesta área e em seus arredores, reserve tempo para admirar de perto lindos monumentos como a igreja Notre-Dame-des-Victoires, com uma história que remonta ao século 17. 

O hotel Fairmont Le Château Frontenac, que aparece no centro da foto acima, é outro marco da Cidade de Québec que fica muito bonito no inverno.  

Sighisoara, Romênia

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Sighisoara é uma das mais lindas cidades da região da Transilvânia, na Romênia. E foi lá que, no século 15, nasceu Vlad Tepes, o regente que teria inspirado a criação do personagem Drácula.

Além de ser muito rica em histórias, Sighisoara abriga um centro medieval que fica extremamente fotogênico embaixo de neve. Coberta de branco, por exemplo, a famosa Torre do Relógio (que remonta ao século 13 e que tem mais de 60 metros de altura) adquire um aspecto encantador. Aqui, o frio do inverno costuma ser intenso, mas vale a pena caminhar pelas vielas da cidade e curtir sua atmosfera misteriosa e fascinante. 

Istambul, Turquia

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Formada por mesquitas imponentes, fortificações históricas e lindas pontes, a cidade de Istambul, na Turquia, ganha uma beleza especial no inverno. 

Um tour pela região histórica de Sultanahmet, por exemplo, colocará o viajante cara a cara com monumentos como a Hagia Sophia (na foto, erguida como basílica no século 6 d.C, transformada em mesquita no século 15 e hoje um museu), a Mesquita Azul (construída no século 17 a mando do sultão Ahmet 1º e atualmente o principal monumento islâmico de Istambul) e o Palácio Topkapi, local que, entre os séculos 15 e 19, abrigou o principal centro de decisões do Império Otomano. 

São todos monumentos que ficam belos sob camadas de neve. 

Cracóvia, Polônia

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

A cidade polonesa de Cracóvia abriga um dos conjuntos de construções históricas mais belos de todo o Leste Europeu (e que fica muito bonito quando cai a neve).

Se você estiver por aqui durante o inverno, vale a pena enfrentar a friaca para passear pelo coração desta metrópole, onde é possível admirar monumentos como o complexo Wawel (com edificações góticas, barrocas e renascentistas) e a Rynek Glówny (uma das maiores praças medievais da Europa).

Também não faltam, em Cracóvia, belas igrejas católicas que ficam bonitas sob a neve. Visitá-las é uma atividade turística popular: foi arcebispo desta cidade um homem chamado Karol Józef Wojtyla, mais tarde conhecido como papa João Paulo 2º. 

Jerusalém, Israel

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Jerusalém é um dos destinos mais fascinantes do mundo, com templos sagrados para as três principais religiões monoteístas do planeta. E esta atmosfera não se perde nem quando a cidade fica embaixo de neve. 

Ficam lindos, sobre uma camada branca, monumentos como o Domo da Rocha (que aparece em destaque, com sua cúpula dourada, na foto acima), a mesquita de Al-Aqsa e as diversas igrejas cristãs ortodoxas que existem em Jerusalém. 

Mais Viagem