menu
Topo

Viagem


10 cidades brasileiras para você se sentir na Europa

Léo Marques

Colaboração para o UOL

2018-09-20T04:00:00

20/09/2018 04h00

Se você desistiu de viajar para Europa devido à frequente alta do dólar e do euro, saiba que alguns destinos nacionais, por terem recebido forte influência estrangeira, fazem o turista se sentir como se estivesse passeando por países como Alemanha, Itália e Portugal.

1. Gramado (Rio Grande do Sul)

Divulgação
Imagem: Divulgação

O clima frio, a gastronomia farta e a arquitetura charmosa dessa cidade gaúcha fazem o turista brasileiro se sentir na Europa. Com forte influência açoriana, alemã e italiana, Gramado oferece diversas atrações, como o Museu Medieval, a Igreja de São Pedro, a fábrica O Reino do Chocolate, o parque Mini Mundo e o Lago Negro. No Natal, o grande destaque é a decoração. 

Veja também

2. Campos do Jordão (São Paulo)

Divulgação
Imagem: Divulgação

Apelidado de a "Suíça Paulista", o mais alto município brasileiro, a 1,6 mil metros de altitude, recebe turistas o ano inteiro, principalmente no inverno, quando a temperatura pode ficar abaixo de zero. Embora no verão faça mais calor, há noites frias, com mínimas de 5 °C. A cidade toda é uma grande atração, com belas construções, restaurantes e ruas arborizadas. Se quiser apreciar a vista do alto, suba o famoso Morro do Elefante de teleférico. 

3. Paraty (Rio de Janeiro)

Divulgação
Imagem: Divulgação

Litorânea e histórica, essa cidade colonial se assemelha a alguns vilarejos portugueses, como Óbidos. Suas ruas e vielas são calçadas com pedras irregulares e ladeadas por casarões de época onde funcionam atualmente pousadas, restaurantes, ateliês e lojinhas de artesanato. No centro antigo, fica a Igreja Matriz de Nossa Senhora dos Remédios e a Casa da Cultura. A cidade também é sede da FLIP (Festa Literária Internacional de Paraty), que ocorre todo ano.

4. Blumenau (Santa Catarina)

A segunda maior Oktoberfest (festival de cerveja) do mundo ocorre, em outubro, nessa cidade, que foi fundada por alemães. Mas, além desse evento, Blumenau também tem outros atrativos. Inicie um passeio pela Ponte Aldo Pereira de Andrade (Ponte de Ferro), passe pela Rua XV de Novembro, com belos e imponentes casarios, e termine na curva do Rio Itajaí Açu, onde há pelo menos três museus: Museu da Cerveja, Museu de Hábitos e Costumes e Museu da Família Colonial. 

5. Nova Petrópolis (Rio Grande do Sul)

Divulgação
Imagem: Divulgação

Próxima a Gramado, a 34 km de distância, encontra-se Nova Petrópolis. Sua forte influência alemã é perceptível tanto na arquitetura dos hotéis e restaurantes, em estilo enxaimel, como na culinária, variada e elaborada. Em um dia de passeio é possível conferir, além da Praça das Flores e seu belo entorno, o parque Aldeia do Imigrante, com construções típicas de uma colônia alemã do século 19. 

6. Pedrinhas Paulista (São Paulo)

Divulgação
Imagem: Divulgação

Direto da Itália para o Estado de São Paulo. Pedrinhas foi fundada por imigrantes italianos na década de 1950 e, aos poucos, ganhou ares europeus. Hoje, além de manter festas folclóricas e religiosas, a cidade também ostenta construções imponentes, com traços característicos do Mediterrâneo, como o teatro e a câmara municipais, a Igreja São Donato e a Praça Roma.

7. Penedo (Rio de Janeiro) 

Divulgação
Imagem: Divulgação

Quase na divisa entre os estados de São Paulo e Rio de Janeiro fica esse bairro em Itatiaia, o única no país que foi colonizada por finlandeses e, por isso, conhecida como "Pequena Finlândia". Turístico, conta com diversas lojas e restaurantes especializados na cultura finlandesa, além de belos passeios ecológicos, hotéis acolhedores e um parque com temática natalina que reproduz, fielmente, uma pequena vila e até mesmo a casa do Papai Noel. 

8. Pomerode (Santa Catarina)

Divulgação
Imagem: Divulgação

Inspirada na antiga Pomerânia, região norte da Alemanha, essa cidade tem museus, casas e monumentos tombados por seu valor histórico e artístico. Interessados por esporte e cultura também podem alugar uma bicicleta e fazer a rota do Vale Europeu, que passa por municípios vizinhos marcados por belas paisagens naturais, vinhedos e edificações históricas. Festas tradicionais, envolvendo disputas entre moradores e turistas, também movimentam a região. 

9. Canela (Rio Grande do Sul)

Divulgação
Imagem: Divulgação

Para quem ama churrasco e outras delícias, visitar essa cidade, na Serra Gaúcha, é algo obrigatório. No Castelinho Caracol, uma antiga residência e hoje museu, é servido um apfelstrudel (sobremesa tradicional austríaca feita de maçãs), que é considerado um dos melhores do Brasil. Restaurantes especializados em fondue (prato de origem suíça), também não faltam na cidade, que tem uma belíssima catedral de pedra em estilo gótico. 

10. Holambra (São Paulo)

Divulgação
Imagem: Divulgação

Assim como a Holanda, terra natal de seus colonizadores, o município tem casas coloridas, ruas enfeitadas com tamancos, que simbolizam o país europeu, além de um moinho com quase 40 metros de altura. Com a chegada da primavera, a cidade também promove a Expoflora, a maior exposição de flores da América Latina (realizada anualmente em setembro).

Fontes: Diana Marques, supervisora da CVC Brasil; e sites gramado.rs.gov.br; saopaulo.sp.gov.br; pmparaty.rj.gov.br; blumenau.sc.gov.br; novapetropolis.rs.gov.br; pedrinhaspaulista.sp.gov.br; rj.gov.br; turismo.sc.gov.br; pomerode.sc.gov.br; canela.rs.gov.br; holambra.sp.gov.br. 

Mais Viagem