menu
Topo

Viagem

Roteiros para descansar


Quer se isolar? Nestes locais incríveis, você se sentirá longe da realidade

Marcel Vincenti

Colaboração para o UOL

29/08/2018 04h00

Muitas pessoas fazem viagens com o objetivo de se desligar das preocupações do dia a dia e para fugir do agito do mundo atual. Nem sempre, entretanto, é fácil alcançar estes objetivos: lindos lugares do planeta estão cada vez mais cheios de turistas. Mas existem destinos que, por causa de localizações remotas e belezas naturais, são cheios de paz. Abaixo, veja locais onde você tem grandes chances de se afastar dos problemas da humanidade. 

Veja também

Huahine, Polinésia Francesa

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Localizado em uma região remota no sul do Oceano Pacífico, o arquipélago da Polinésia Francesa é, sem dúvida, um dos lugares mais lindos do mundo: muitas de suas ilhas são a imagem perfeita de um sonho de férias na praia, banhadas por águas rasas e translúcidas, cobertas por areia fofa, pontuadas por coqueiros se movendo ao sabor do vento e sem nenhum arranha-céu no horizonte. 

Destinos polinésios como Moorea e Bora Bora já foram descobertos por grandes empreendimentos turísticos. Mas, no arquipélago, ainda há pedaços de terra com clima mais simples e atmosfera de isolamento: um dele é a ilha de Huahine, onde a graça é se hospedar em pousadinhas rústicas, fazer trilhas no meio da mata para chegar a praias de água azul-turquesa e ver o pôr do sol ao lado dos pescadores que vivem na área. E é fácil ir até lá de avião desde Papeete, a capital da Polinésia Francesa. 

Ilha do Sol, Bolívia

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

No meio da parte boliviana do Titicaca (que, a cerca de 3.800 metros sobre o nível do mar, é o lago navegável mais alto do mundo) existe um pedaço de terra chamado Ilha do Sol. Trata-se de um local onde não entram carros e que é cortado por íngremes trilhas de pedra, por onde circulam camponeses indígenas e burrinhos transportando carga. E o destino oferece mirantes perfeitos para o turista admirar a água inacreditavelmente azul do lago, assim como montanhas nevadas que aparecem no horizonte.

A Ilha do Sol abriga pousadinhas que são ideais para quem quiser se desligar do mundo em uma viagem pela América do Sul: a internet no local é ruim e, à noite, é um silêncio reconfortante que domina todo este recanto boliviano, com um céu estrelado perfeito para um romance. 

Nova Zelândia

Graeme Murray/Tourism New Zealand
Imagem: Graeme Murray/Tourism New Zealand

Quer passar férias se embrenhando em paisagens lindamente remotas e com poucas pessoas em vista? Vá até a Nova Zelândia, alugue uma van e desbrave as estradas do país da Oceania. 

Há mais ovelhas do que gente em território neozelandês (que abriga menos de cinco milhões de habitantes). Ao explorar suas rodovias com um veículo (uma atividade muito popular por lá), é possível conhecer fiordes, montanhas nevadas (como a linda Mount Cook, com quase 3.800 metros de altura), lagos cristalinos, geleiras e praias cobertas por leões-marinhos (como em Waipapa Point). No caminho, vale a pena fazer caminhadas, como as trilhas pelo Parque Nacional Tongariro (na foto acima).

Trata-se de um paraíso do ecoturismo perfeito para quem quiser se isolar: é possível passar boa parte do dia na estrada vendo pouca gente na sua frente e se sentindo em enorme conexão com a natureza.

Aso-san, Japão

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

O Japão é um popular destino turístico na Ásia, mas nem todo mundo explora a região sul do país: lá, no meio da ilha de Kyushu, existe uma região chamada Aso-san, que oferece sensação de isolamento, oportunidades de contemplação religiosa e muito contato com a natureza para o turista.

A paisagem parece, inicialmente, agressiva: está composta por diversos vulcões (um deles ainda ativo). Mas, ao passear pela área, o turista se sentirá em um ambiente para lá de pacífico: a cidade de Aso, principal centro urbano da área, é marcada por vielas que abrigam ryokans (típicas hospedarias nipônicas, com linda estrutura de madeira), jardins com bonsais e templos xintoístas (a principal religião animista do Japão), onde fiéis oram de maneira compenetrada.

Parece um lugar parado no tempo e cercado por paisagens como a vista na foto acima, com o vulcão inativo Komezuka, com uma forma cônica e rodeado por uma área verdejante perfeita para uma caminhada. 

Lalibela, Etiópia

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

A sensação que o turista tem ao chegar em Lalibela é a de ter voltado centenas de anos no tempo: a paisagem da cidade etíope é marcada por 11 igrejas esculpidas a partir das montanhas locais, algumas feitas a partir do século 12. É um enorme cenário de pedra, por onde circulam fiéis cristãos vestidos de branco e que não poderia estar mais distante das paisagens modernas do planeta. 

A graça, em Lalibela, é se perder entre os caminhos labirínticos que levam até estes templos, entre os quais se destaca a igreja Bet Giyorgis (na foto), cuja estrutura, com 15 metros de altura, foi esculpida a partir de um único bloco de rocha vulcânica. O edifício fica dentro de um buraco retangular, com apenas seu topo cruciforme aparecendo na superfície. O turista irá se sentir um Indiana Jones descobrindo um mundo perdido.

Ilhas Lofoten, Noruega

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

A Noruega abriga algumas das paisagens mais belas da Europa, e muitas delas estão nas ilhas Lofoten, um remoto arquipélago localizado acima do Círculo Ártico. 

Aqui, o turista se depara com um ritmo de vida simples, que se desenrola lentamente entre fiordes, montanhas nevadas e tranquilos vilarejos feitos com casinhas de madeira. No local, é possível se hospedar em pousadinhas que ficam na frente de lindas baías e, principalmente entre setembro e março, admirar no céu as luzes da aurora boreal. 

Interagir com os simpáticos nativos é outra diversão: nas ilhas Lofoten, é possível subir em um rústico barco e sair para o mar para buscar bacalhau com os pescadores locais. 

Chapada Diamantina, Brasil

Gustavo Andrade/Divulgação
Imagem: Gustavo Andrade/Divulgação

Há diversos destinos no Brasil onde o turista pode se imergir na natureza e se desligar, pelo menos um pouco, do estresse da cidade grande. Um deles é a Chapada Diamantina, na Bahia, que abriga algumas das mais lindas trilhas de todo o país, durante as quais os viajantes admiram cachoeiras, piscinas naturais, grutas e outras paisagens inesquecíveis (como a vista na foto acima). 

Entre os cartões-postais da região estão as cachoeiras da Fumaça (com cerca de 340 metros de altura) e do Buracão (que despenca no meio de paredões). Já o topo do morro do Pai Inácio oferece um local perfeito para admirar uma visão panorâmica da Chapada. É um lugar para passar dias seguidos enfiado no meio de cenários naturais. 

Mais Roteiros para descansar