menu
Topo

Viagem

Roteiros para badalar

Swing: os melhores destinos para quem busca uma viagem liberal

Renê Castro

Colaboração para o UOL

29/07/2018 04h00

As festinhas liberais que agitaram a década de 1960, nos Estados Unidos, deixaram o anonimato e se transformaram em uma indústria altamente lucrativa ao redor do mundo.

A popularização do termo "swing" (troca de parceiros entre dois ou mais casais) ocorreu na mesma velocidade do movimento de contestação aos valores morais de uma época marcada por padrões rígidos de conduta.

Veja também

Cerca de 50 anos depois, o swing ganhou mais adeptos e, também, o mercado de viagens. Há cruzeiros específicos para a prática e pousadas para quem quer suingar, por exemplo. Confira a seguir alguns destinos que aceitam e investem nos viajantes liberais.

No Brasil

Arraial d'Ajuda

divulgação
Imagem: divulgação

Os adeptos do swing encontram neste paraíso baiano belíssimas praias, natureza intocada e uma pousada exclusiva para a prática. Chamada Solar das Vertentes, a propriedade organiza festas e eventos "para todos os sentidos, prazeres e fantasias", como o próprio slogan sugere.

Ao todo, são mais de cinco mil metros quadrados de área útil, incluindo uma piscina de água morna durante a noite e um lounge exclusivo para quem gosta de sensualizar ao som de músicas ousadas.

Balneário Camboriú

Marcos Finutti/Divulgação/CVC
Imagem: Marcos Finutti/Divulgação/CVC

O destino é conhecido como a capital do carnaval de swing do Brasil. Não há uma pousada ou resort exclusivos para os praticantes, mas há casas noturnas especializadas, caso do Liberty Club, um dos mais tradicionais da região.

De ambiente intimista, o espaço possui regras rígidas, proibindo, por exemplo, o consumo de drogas e o registro dos atos em fotos e vídeos. Um manual de conduta também é divulgado aos visitantes, enfatizando o respeito e o bom comportamento quando o parceiro ou um terceiro não se mostrar à vontade com determinada situação.

Na área de mandamentos, mais dicas: uso de preservativo em todas as relações, educação com todos que estão na casa, discrição e cuidado redobrado com pessoas iniciantes.

Curitiba

O bairro Santa Felicidade, em Curitiba, abriga o Desiree Swing Club, uma das casas mais famosas da cidade. O agito ocorre em vários dias da semana, em eventos divulgados na internet. Venus Club e Hot Bar são outras ótimas opções e também oferecem ambiente seguro para os praticantes.

Solteiros são bem-vindos em algumas oportunidades, mas precisam ter paciência para conquistar casais exigentes. Sair da mesmice não significa se relacionar com a primeira pessoa que aparecer na frente, portanto, entender essa atmosfera é o primeiro passo para não ter experiências ruins.

João Pessoa

Divulgação
Imagem: Divulgação

Se a pedida de viagem for a Paraíba, vá em direção a Tambaba, no município de Conde (a 20 km da capital João Pessoa), uma das praias de naturismo mais antigas do Brasil e conhecida internacionalmente por sua beleza natural.

Além da liberdade experimentada durante o dia, é possível se hospedar em pousadas que oferecem ambiente confortável, seguro e privativo para amantes de aventuras sexuais. Vale alertar que solteiros não são bem-vindos nessas propriedades.

São Paulo

iStock
Imagem: iStock

A capital paulista não poderia ficar de fora da lista. Os roteiros são muitos para quem está em busca de prazer, mas vale menção ao Inner Club e Vogue Club, em Moema, e o Code Club, no Morumbi, baladas liberais e que prometem fortes emoções madrugada a dentro. Valem a visita.

Tibau do Sul

Divulgação
Imagem: Divulgação

A praia de Pipa, localizada no município de Tibau do Sul, no Rio Grande do Norte, é um dos principais destinos turísticos do Estado e oferece infraestrutura de primeira para os casais liberais.

Por lá, não é difícil encontrar hotéis exclusivos para adeptos do swing, com direito a programação agitada e afastada dos holofotes gerados pelo turismo de massa. Se a ideia for buscar agito ao ar livre, vale a política da boa vizinhança, já que os habitantes sabem da fama da região, mas se mostram, digamos, discretos ao apontar lugares para a prática.

Neste caso, a internet é uma ótima aliada.

No exterior

Cancún e Riviera Maya

Divulgação/Desire Resorts
Imagem: Divulgação/Desire Resorts

O México é talvez o país que mais investiu no swing na América Latina nos últimos anos. Isso porque o destino conta com resorts picantes para absolutamente todos os gostos. Tem até para a terceira idade.

O expoente hoteleiro do segmento é a rede Desire Resorts, que tem como política a liberdade total dos hóspedes. Na prática, isso quer dizer que em qualquer resort da rede está liberado o nudismo, mas sem sexo nas áreas comuns, com exceção dos restaurantes.

Ao reservar um pacote, prefira a cidade de Riviera Maya, considerada mais intimista que a badalada Cancún. Quer dizer, tudo depende do perfil do casal, não é mesmo?

Flórida

Divulgação/Visit Orlando
Imagem: Divulgação/Visit Orlando

Recanto da diversidade em solo norte-americano, o Estado da Flórida também se interessa pela visita de adeptos do swing. Uma boa dica é aproveitar a recém-expansão do porto para embarcar em um cruzeiro liberal. Os roteiros são muitos e contemplam passagens por Itália e Croácia, por exemplo.

A companhia Bliss Cruises é a responsável por essas prazerosas viagens.

Ilhas Canárias e Ibiza

Getty Images
Imagem: Getty Images

Os turistas que escolherem um desses destinos têm de estar preparados para o luxo e a ostentação. O prazer, claro, vem a galope, e em doses cavalares. Uma indicação certeira é o Spice Lanzarote, na ilha Lanzarote

De ambiente erótico, a propriedade é a mais famosa entre os naturistas e swingers. Em Ibiza, procure pelo Private Village, campeão de crítica entre os especialistas do setor.

Negril

Getty Images
Imagem: Getty Images

São inúmeras as opções de resorts destinados a casais liberais na Jamaica. A cidade de Negril é o principal ponto de encontro, com três incontestáveis opções de hospedagens: Hedonism II e III e Breezes Grand Resort & Spa.

Entre uma diversão e outra, aproveite a energia da praia para praticar esportes como caiaque, canoagem, vela, snorkeling e mergulho. De vez em quanto é bom não pensar apenas em sexo.

Mais Roteiros para badalar