Topo

Viagem

De chuveiro a caviar: o que tem nas melhores primeiras classes do mundo?

Marcel Vincenti

Colaboração para o UOL

06/06/2018 12h09

As classes econômicas de muitas companhias aéreas do mundo costumam ser sinônimo de aperto e comida de qualidade duvidosa. Mas como é o espaço mais nobre dos aviões comerciais, acessíveis, em grande parte dos casos, apenas a viajantes que têm muita grana no bolso? 

Além de terem passagens que chegam a custar dezenas de milhares de reais, algumas primeiras classes de empresas aéreas oferecem mimos como cabines privativas, gastronomia de altíssima qualidade e, alguns casos, até chuveiro.

Abaixo, veja cinco companhias que foram colocadas entre as donas das melhores primeiras classes do mundo pela Skytrax, uma das mais respeitadas entidades do mercado da aviação. 

Etihad

Baseada em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, a Etihad Airways (que não voa para o Brasil) oferece um espaço chamado First Apartment, presente em aviões A380 da empresa e que realmente lembra uma pequena residência.

Neste local, passageiros abastados viajam dentro de uma acomodação cercada por paredes (que lhes dá privacidade em relação aos outros viajantes) e que abriga uma cama com quase 1,86 metro de comprimento, uma poltrona de couro, espelho e um aparelho de tela plana com uma extensa programação de filmes e séries de televisão.

Alguns destes espaços que são contíguos podem ser conectados, permitindo, por exemplo, que casais viajando juntos possam dormir na mesma acomodação. E os passageiros do First Apartment podem tomar uma ducha dentro do avião, no meio da viagem. Os pratos servidos nesta área das aeronaves da Etihad são de alta gastronomia, trazendo ingredientes como cortes finos de carne e lagosta. 

Diversos aviões da Etihad também têm acomodações conhecidas como The Residente, que oferecem, além do quarto, uma sala de estar. Uma passagem de ida no First Apartment a partir de Abu Dhabi chega a custar mais de US$ 7.000 (cerca de R$ 26.000) por pessoa.    

Emirates

O ambiente das primeiras classes da Emirates varia de acordo com o modelo da aeronave (a empresa tem, por exemplo, aviões A380 e Boeing 777). Nos A380 que fazem a rota entre São Paulo e Dubai (nos Emirados Árabes Unidos, sede da Emirates), este espaço nobre oferece 14 cabines privativas.

Em seu interior, o passageiro pode ficar isolado do resto do avião por uma porta e curtir, lá dentro, uma estrutura que inclui um assento que vira uma cama, uma TV com milhares de canais de entretenimento, rede wi-fi e um frigobar, além de amenities da marca Bulgari. O cardápio varia de acordo com o voo, mas, entre os produtos frequentemente oferecidos, há champanhe da marca Dom Pérignon e caviar. E os ocupantes da primeira classe podem ainda se refrescar em um chuveiro durante o voo.  

Esta experiência de luxo, entretanto, começa antes do embarque: em Dubai, por exemplo, passageiros da primeira classe da Emirates são levados ao aeroporto em carros de luxo e, enquanto esperam o avião, têm a chance de curtir um luxuoso lounge da empresa e até realizar tratamentos de spa. Em uma viagem de ida e volta entre Guarulhos e Dubai, as passagens para estes espaços chegam a custar mais de R$ 40 mil.      

Lufthansa

Também considerada uma das melhores do mundo pela Skytrax, a primeira classe da Lufhansa é encontrada nas aeronaves Boeing 747-8 que operam voos desde São Paulo ou Rio de Janeiro até Frankfurt, na Alemanha. Seus assentos inclinam até 180 graus, se transformando em verdadeiras camas e os passageiros podem pedir suas refeições (todas servidas em peças de porcelana) a qualquer momento da viagem. 

A comida varia de voo para voo, mas pode incluir, entre outras coisas, caviar, frutos mar e cortes finos de carne vermelha. E tudo isso é acompanhado por rótulos de vinhos refinados, que chegam para ser harmonizados com os pratos servidos.  

E, ao pegar um voo de primeira classe com a Lufthansa em Frankfurt, o passageiro tem a chance de usar o terminal exclusivo da empresa no aeroporto que serve a cidade, onde realiza o check-in, passa pelo controle de passaporte e de onde segue em um carro de luxo (como Porsche) até o avião na pista.  

Air France

Batizada de La Première, a primeira classe da Air France pode ser encontrada nos aviões Boeing 777-300 que, quatro vezes por semana, operam a rota Paris - São Paulo - Paris. Entre os destaques do espaço estão os materiais nobres usados em sua decoração, como couros, acabamentos metálicos e detalhes amadeirados. 

Os assentos podem virar camas com 2 metros de comprimento e 77 centímetros de largura, além de serem envoltos por cortinas que dão privacidade para seus ocupantes. Uma tela HD com 24 polegadas com interface inspirada no iPad oferece filmes, séries e músicas, com mais de mil horas de programação. E para curtir áudio de todas estas produções, os viajantes recebem fones da marca Bose, conhecidos por sua qualidade. 

Os passageiros também podem pedir as refeições a qualquer momento do voo, e os pratos servidos na La Première são, logicamente, baseados na culinária francesa e em menus desenvolvidos por chefs mundialmente famosos, como Joël Robuchon, estrelado no Guia Michelin e Guy Martin, celebrado chef do Le Grand Véfour. Uma passagem de primeira classe de ida da Air France entre São Paulo e Paris chega a custar mais de R$ 30 mil.  

Singapore Airlines

Os espaços mais nobres dos aviões da companhia Singapore Airlines (que tem sua base em Cingapura, no Sudeste Asiático, e não voa para o Brasil) se chamam Suites (e estão presentes nos Airbus A380-800 da empresa). Cada passageiro desta área das aeronaves se instala em um verdadeiro quarto, separado do resto do avião por portas e janelinhas e equipados com cama, tela plana de 23 polegadas com mais de mil opções de filmes, séries e músicas, além de decoração assinada pelo designer francês de iates Jean-Jacques Coste, com muitos detalhes em couro.

As Suites podem ser transformadas em espaços para duas pessoas e possuem mesa onde é possível fazer refeições durante o voo. A comida, por sua vez, inclui pratos finos (servidos em peças de porcelana) como filé de vitela, confit de pato, lagosta e camarões graúdos. 

Os aviões da Singapore Airlines também têm uma área chamada de primeira classe, onde o passageiro voa em um espaço quase que totalmente privativo, em assentos que se transformam em camas, com amenities da marca Ferragamo e curtindo refeições assinadas por chefs renomados. 

Uma passagem na primeira classe da Singapore (ida e volta entre Cingapura e Frankfurt) chega a custar cerca de US$ 6.000 (mais de R$ 22 mil).     

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Viagem