Topo

Viagem

Cidade na Sicília vende casas a 1 euro para atrair moradores

Marcel Vincenti/UOL
A região da Sicilia, na Itália Imagem: Marcel Vincenti/UOL

da ANSA, em Palermo

13/04/2018 08h55

A cidade de Sambuca di Sicilia, na Sicília, no sul da Itália, começou a vender imóveis a 1 euro para conseguir aumentar sua população e estimular o turismo da região.

O prefeito do município, Leo Ciaccio, apresentou o projeto "Casa 1 euro" nesta quarta-feira (11), no qual disponibilizará imóveis pelo preço simbólico, que equivale a aproximadamente R$ 4,22. No entanto, os novos moradores deverão contribuir nas reformas da casa, além de usá-las em até três anos.

Veja também

"Na nossa cidade já foram compradas várias casas entre italianos e estrangeiros, que foram atraídos pela beleza do lugar e da nossa qualidade de vida. Aqui é uma terra onde a beleza e a cultura são os nossos alimentos de cada dia", disse Ciaccio.

As casas à venda estão localizadas no centro histórico da pequena cidade e em um bairro de origens árabe. Sambuca di Sicilia possui pouco mais de 96 km² e tem cerca de cinco mil habitantes. O local ganhou em 2016 o título de aldeia mais bela da Itália.

Além dos italianos, entre os compradores estrangeiros estão franceses, suíços, lituanos, alemães, ingleses e húngaros. Os interessados tem até o dia 2 de maio para contatar as autoridades. Esta não é a primeira cidade da Itália a aderir a iniciativa. No início do ano, Ollolai, uma pequena localidade na ilha da Sardenha, também apresentou um projeto de venda de casas pelo valor de 1 euro na tentativa de aumentar sua população, que caiu de 2,2 mil habitantes para 1,3 mil nos últimos anos. 

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Viagem